Ana Paula Valadão comenta episódio em que imitou leão no palco

Ana Paula Valadão, líder do ministério Diante do Trono, nem sempre esteve envolvida em polêmicas na internet por conta de suas declarações e atos. A postura dela no início era mais reservada, sem muitas entrevistas ou comentários. Mas a partir de um ato realizado em Anápolis (GO) em 2007, onde ela engatinhou no palco durante um show do Diante do Trono, imitando um leão, a cantora passou a sofrer diversas críticas e a ter que lidar com uma exposição não vista antes.

Ana Paula Valadão anda de quatro em palco de Anápolis-GO

Durante a ministração de “Cordeiro e Leão”, gravado no mesmo ano pelo grupo no álbum “Príncipe da Paz”, Ana Paula Valadão começou a fazer um cântico espontâneo, e acabou se prostrando no palco de quatro, andando como um leão e fazendo gestos como se estivesse rugindo. Na época, a repercussão foi geral depois que o vídeo da apresentação foi parar no Youtube. E até hoje ela é lembrada pelo episódio.

Agora, 11 anos depois, Ana Paula resolveu rememorar o fato, e falou sobre ele durante um vídeo comemorativo pelos 20 anos do Diante do Trono em que ela relembra os bastidores que marcaram cada álbum gravado pelo ministério. No vídeo divulgado hoje (13), que aborda o álbum “Príncipe da Paz”, gravado ao vivo no Rio de Janeiro em 2007, Ana Paula Valadão disse que a ministração de André Valadão naquela noite foi muito especial para ela, já que ele falou sobre críticas e pedras que as pessoas jogavam contra os outros: “Pegue cada uma dessas pedras e construa degraus, de onde você vai subir mais alto”, diz André em sua mensagem.

Ana Paula disse que 2007 foi um dos piores períodos de sua vida: “Naquele ano foi um dos tempos em que eu sofri mais pedradas em toda a minha trajetória. Eu até hoje carrego as cicatrizes, as marcas […]. Foram muitas as pedradas que eu recebi, e acho que até hoje eu tô me recuperando [risos].”

Ela disse que esse episódio trouxe marcas para sua forma de ministrar atualmente, o que faz com que ela se policie mais antes de fazer determinada coisa: “Eu até hoje eu sofro ainda de temores, o temor do homem – o que vão dizer, o que vão pensar, será que alguém tá filmando esse momento, será que alguém vai postar esse momento? – São medos que surgiram depois dessa experiência”, revela.

No entanto, ela disse não se abater, e acredita que a unção que recebeu veio mesmo de Jesus: “Mas eu venci, e creio que a unção que eu recebi veio mesmo de Deus pra eu gravar ali [no Rio de Janeiro]”.

Em tempo: Ana Paula Valadão vai liderar uma igreja da Lagoinha em Miami, EUA.

Assista abaixo o vídeo de memórias da gravação do DT10 – Príncipe da Paz:

Tadeu Ribeiro
[email protected]