André Gonçalves revela que já foi pra Igreja Universal bêbado

O ator André Gonçalves interpretou o missionário R.R. Soares no filme que será lançado em breve sobre o bispo Edir Macedo. E em entrevista à Rádio Jovem Pan essa semana, ele revelou que entrou em uma filial da Igreja Universal do Reino de Deus embriagado.

André Gonçalves conta que já frequentou a Igreja Universal bêbado

André disse que enfrenta um certo problema com o álcool, que o faz não conseguir abandoná-lo por completo. Sobre o episódio da igreja, ele lembra que já tinha gravado as cenas para o filme de Edir Macedo, e após ter tomado algumas cervejas, decidiu visitar a filial da denominação no Leblon com um amigo adepto da umbanda: “[Fui a] Uma Igreja Universal lindíssima no Leblon. Eu já tinha filmado inclusive, cheguei atrasado. Eu tinha tomado uma meia dúzia de cervejas. Entrei, perguntei cadê o pastor. O pastor veio lá de dentro se arrumando. Eu disse para ele que eu precisava de uma oração”, disse.

Ele afirmou que seu amigo “macumbeiro” o criticou por ir até uma igreja universal, e disse que esperava que ele morresse por conta disso. O pastor da igreja não teria liberado a entrada do amigo, inclusive. Apenas a de André: “Meu amigo macumbeiro ficou na porta dizendo: ‘Eu espero que você morra, como que você entra numa Universal para pedir oração!’. E o pastor falava: ‘Relaxa, esse aí não vai entrar porque está agarrado com o capeta’. A Igreja estava fechada, meu amigo macumbeiro pedindo para eu sair dali”, lembra.

E esta não foi a primeira situação em que André Gonçalves esteve em maus lençóis por conta de bebidas alcoólicas. Ele já chegou a ser expulso de um voo do Brasil com destino aos Estados Unidos, por ter se recusado a ir para seu lugar, já que estava conversando com Pelé na primeira classe, e os comissários estavam insistindo para que ele fosse de volta para a classe econômica: “Na quinta vez [que os comissários pediam para ele sentar em seu assento correto], o pessoal disse que eu tinha que voltar para a classe econômica, e o bêbado tem uma coisa do ‘Não me toque'”, lembrou na entrevista.

Ele disse ainda que está fazendo o “Jejum de Daniel”, e pretende ficar 21 dias sem beber nada de álcool, embora reconheça que não consiga ficar mais de 3 dias sem consumir a droga.

Tadeu Ribeiro
[email protected]