André Valadão propõe boicote a Globo e seguidores rebatem: “Você é da Som Livre”

O cantor André Valadão utilizou seu perfil oficial no Instagram para publicar na noite de ontem (23) uma imagem em que se propõe um boicote a marcas que possuem campanhas de conscientização contra o preconceito direcionado a gays, lésbicas, transexuais e demais causas LGBT.

Entre as citadas estão a marca de sabão em pó OMO, da Unilever, a revista Veja e o grupo de cosméticos Avon e O Boticário. Mas o destaque ficou pela empresa que encabeça essa lista: a TV Globo. É que André é contratado da Som Livre, gravadora das Organizações Globo, e que segue os mesmos princípios institucionais de todas as outras empresas do grupo, inclusive a TV Globo, o que acaba se mostrando uma contradição.

E foi justamente isso que os internautas questionaram na publicação do cantor. Diversos comentários foram feitos no sentido de contestar o boicote proposto por André, com base no fato de uma empresa controlada pelo grupo Globo ser a responsável pela carreira dele.

Além disso, também se questionou o fato do cantor e sua família terem dinheiro para usarem marcas importadas de perfume e terem acesso a TV à cabo, enquanto que a maioria da população não dispõe desses mesmos privilégios.

 

Além disso, André já frequentou diversos programas da emissora, como o “Encontro com Fátima Bernardes” e o “É de Casa”. Na época do Festival Promessas, especial que era exibido pela Globo em sua programação de fim de ano, André participou das edições e ainda fazia campanha maciça para que o público acompanhasse. Sua irmã Ana Paula Valadão era uma das lideranças religiosas dentro da Som Livre, através do Diante do Trono. Ou seja, a relação de André com as empresas da família Marinho são de longa data, mesmo assim, na visão do pastor, e pelo bem da “família tradicional brasileira”, as pessoas deveriam boicotar o que hoje é considerado um dos maiores conglomerados de mídia do mundo, mesmo que ele faça parte do mesmo de alguma forma.

Portal do Trono entrou em contato com a Som Livre mas ainda não obteve resposta, que será adicionada aqui na matéria tão logo nos seja enviada.

E você, o que acha?

Tadeu Ribeiro
[email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *