Após polêmica, Marco Feliciano explica seu voto a favor de Michel Temer

O deputado federal Pastor Marco Feliciano (PSC-SP) recebeu muitas críticas em suas redes sociais por ter votado pelo arquivamento da denúncia contra o presidente Michel Temer.

Assim como boa parte da Bancada Evangélica, Feliciano votou pelo relatório que impediu que o presidente fosse investigado pelo Supremo Tribunal Federal. Para responder as críticas, o parlamentar usou suas redes sociais se posicionando como um político de direita e conservador e dizendo que votou contra o PT.

“Ontem não votei no Temer ou por emendas até porque estas são impositivas. Votei contra o PT. Contra o retorno do mal. Votei pelo Brasil”, se justificou.

“Não votei pelo arquivamento da denúncia! Está continua de pé e em 01/01/2019 o Michel Temer volta a ser cidadão comum e investigado será”, completou o deputado evangélico.

Feliciano também lembrou que se Temer caísse, assumiria Rodrigo Maia. “Alguém dado nas listas”, declarou. “Acreditam que cessaria a balbúrdia da esquerda? Acordem! Sangrarão o país até voltarem!”.

(JM)

3 comments

  1. . Votou contra o povo brasileiro é a favor da robalheira. Deve ter arrendado uma bolada. Fazendo seu pezinho de meia como todos os q arquivarem. E está rindo do povo com cara de palhaço. Ridículo.

  2. Se os que se dizem servos de Deus estão fazendo isso (apoiando roubo e matança de pessoas através da corrupção) imagina quando Jesus voltar vai querer fala que é santo e vai ouvir AFASTE-SE DE MIM.

  3. Todos os políticos evangélicos que votaram SIM, votaram para que o Sr Michel não fosse investigado SIM.
    Alguns deles não compareceram sabendo que sua ausência beneficiaria SIM Michael Temmer.
    Tá na hora dos evangélicos rejeitar o voto de cabresto imposto pela liderança interesseira é manipuladora.
    Desprezar o discurso religioso/político que só beneficia os interesses de aproveitadores que se travestem de bonzinhos, a ultima bolacha do pacote já estragado diga-se.
    Vamos votar em políticos confiáveis, e rejeitar o voto indicado, ameaçador e daqueles que só olham para o próprio umbigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *