Assaltante confunde livro com Bíblia e desiste de roubo: “Não roubo crente”

O publicitário Leonardo Rego escapou de um assalto na noite de segunda-feira (31) após o livro que ele carregava – um volume das “Crônicas de gelo e fogo”, do escritor George R.R. Martin, que baseou a série de TV Game of Thrones – ser confundido com uma Bíblia. De acordo com o jovem, os assaltantes alegaram que “não roubavam crente” após terem visto o volume no colo do rapaz. A história foi contada na internet e viralizou.

O jovem conta que havia saído da academia no bairro do Umarizal, em Belém, por volta de 21h30 e caminhado até a avenida Nazaré para pegar um ônibus e voltar para casa quando, após 30 minutos de viagem, dois homens subiram no coletivo e anunciaram o assalto.

“Eu moro no bairro da Terra Firme, é um bairro periférico e bem perigoso até. O (bandido) que estava a frente da roleta anunciou o assalto e começou a pegar o dinheiro do cobrador. Tinham cerca de 15 pessoas no ônibus e eu estava logo no primeiro banco depois do cobrador, só que do lado direito do ônibus. Quando o da frente anunciou o assalto muitas pessoas tiveram tempo de esconder o celular, foi o meu caso”, explica Leonardo.

Só que os assaltantes decidiram pedir para revistar a mochila do rapaz, e foi quando encontraram o livro. “Ele chegou em mim e pediu o meu ‘site’, no primeiro instante eu fiquei sem entender o que ele queria, mas deduzi que seria celular. Então eu disse que eu não tinha, e que havia sido roubado na semana anterior. Ele duvidou de mim e pediu pra ver minha mochila, e nessa hora eu tirei a mochila de cima do meu livro que estava aberto na minha perna”, conta.

Segundo Leonardo, o assalto não durou 2 minutos e ele desceu logo depois dos bandidos. “Foi muito rápido. Umas sete pessoas foram roubadas, mas nada de grande valor foi levado. Só alguns celulares e o pouco dinheiro que o cobrador tinha. o Motorista disse que iria deixar os passageiros no fim da linha e voltar pra ir na delegacia prestar um B.O”, afirma.

Mais surpeendente que o desfecho do assalto, porém, foi a repercussão da história: após contar o caso nas redes sociais, Leonardo teve mais de 15 mil curtidas e foi reproduzido em páginas de fãs dos livros e da série de TV. “Eu fiquei muito surpreso. Quando eu postei eu pensava que era só mais uma história comum, mas as pessoas acharam ela muito engraçada”, conclui.

(G1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *