Astrid Fontenelle critica no GNT campanha de Elizete Malafaia e Ana Paula Valadão

Astrid Fontenelle, Barbara Gancia, Maria Ribeiro e Mônica Martelli criticaram na última quarta (04) durante o programa “Saia Justa”, um dos de maior audiência do canal GNT, a campanha “Bela, recatada e do lar”, proposta pela pastora Elizete Malafaia.

A ação visa fazer com que mulheres publiquem em suas redes sociais fotos que demonstrem a execução por elas de alguma atividade doméstica (lavando, passando, cozinhando, cuidando do marido ou dos filhos…), como prova de reafirmação de sua “feminilidade”. A líder do Diante do Trono, Ana Paula Valadão, seguiu a onda e publicou em seu perfil oficial uma foto cozinhando, para incentivar e divulgar a campanha da mulher de Silas Malafaia. A ideia não foi bem recebida pelos próprios evangélicos, que criticaram a posição machista de ambas (Saiba mais).

No programa da GNT, as apresentadoras deram o selo de “VPP (Vergonha Pela Pessoa)” para Elizete Malafaia, sem deixar de exibir a foto constrangedora publicada por Ana Paula Valadão: “A nossa vergonha alheia vai porque a senhora não entendeu nada, sabe o que é que é nada? N-A-D-A. Nada. A mulher do lar precisa sim ser valorizada, pô, mas muito! Mas todas as outras mulheres também merecem respeito […]”, disse.

A atriz Mônica Martelli comentou a foto de Ana Paula Valadão de avental, dizendo que se sentiu em um programa de época: “Quando eu vi a foto da mulher de avental, eu pensei: ‘Será que eu tô aqui mesmo, hoje? Será que eu não estou num programa de época?'”.

“Anos 50!”, gritou alguém.

Assista:

E você, o que acha da campanha?

Tadeu Ribeiro
[email protected]