Ator de Hollywood, Chris Pratt diz que Jesus o tocou quando estava comprando bebidas

O ator americano Chris Pratt, conhecido por ter atuado no filme “Jurassic World”, é um dos cristãos que mais fala sobre sua fé em Hollywood.

Em entrevista à revista americana Vanity Fair, ele contou como sua vida foi transformada através de sua fé em Jesus. No final de sua adolescência, ele passou a viver numa van à beira da praia e trabalhar como garçom num restaurante, no Havaí.

Naquela época, ele e nenhum de seus amigos tinham idade suficiente para beber álcool. Por isso, eles pediram a outra pessoa para comprar cerveja e esperaram na parte de fora da loja.

“Eu estava sentado em frente a um supermercado. Um cara chamado Henry veio e reconheceu que havia algo em mim que precisava ser restaurado. Ele perguntou o que eu estava fazendo ali e eu fui sincero. ‘Meu amigo está comprando cerveja para mim’. ‘Você está indo para alguma festa?’, ele perguntou. ‘Sim’. ‘Beber, usar drogas, conhecer garotas, fornicar?’ Eu pensei ‘espero que sim'”, lembra Chris

“O que ele perguntou deveria ter me deixado nervoso, mas não. Eu disse: ‘Por que você está perguntando isso?’ Ele disse: ‘Jesus me disse para falar com você’. Naquele momento eu percebi que tinha que andar com esse cara. Ele me levou para a igreja nos dias seguintes e eu surpreendi meus amigos, declarando que ia mudar minha vida”, continuou o ator.

Em outra entrevista, Chris revelou que um mês após seu encontro com Jesus, ele foi descoberto por um diretor de cinema enquanto servia as mesas do restaurante. Em 2000, ele viajou para a Califórnia e atuou na comédia de terror “Cursed Part 3”.

Fé redefinida
Hoje, Chris é uma das maiores estrelas de Hollywood — ele foi considerado o ator mais rentável de 2014, rendendo US$ 1,2 bilhões em seus papéis nos filmes “Guardiões da Galáxia” e “Uma Aventura Lego”.

Desde então, o ator vem compartilhando mensagens sobre sua fé cristã, especialmente após o nascimento prematuro de seu filho, Jack, que nasceu pesando apenas 3 quilos.

“Ficamos com medo por muito tempo. Nós oramos muito”, disse Chris sobre a luta enfrentada na UTI por ele e sua esposa, a atriz Anna Farris.

Segundo o ator, este momento difícil transformou sua fé em Deus. “Não que [minha fé] precisasse ser restaurada, mas isso a redefiniu”, disse Pratt. “O bebê era tão lindo para nós. Eu olho para trás, vejo as fotos dele e penso como deve ter sido chocante para outras pessoas entrar e vê-lo daquele jeito. Mas para nós ele era lindo e perfeito”.

Recentemente, o editor da revista americana Relevant disse num artigo que Chris Patt não se encaixa na categoria de celebridades cristãs. “Sua fé parece sincera porque, ao contrário de algumas estrelas de Hollywood transformadas em cartazes religiosos, a fé de Pratt não é política, tampouco faz parte de sua ‘marca’. Apenas parece ser uma parte de quem ele é”.

(Guiame)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *