Cantor gospel humilha baianos e se vangloria por ser do sul do Brasil

O cantor e compositor gospel Daniel Oseias se envolveu em uma grave polêmica ultimamente. Áudios dele vazados expõem um momento de raiva, em que ele supostamente discrimina o povo nordestino, em especial os baianos. Além disso, ele diz ao agente que discute com ele que se for preciso “arrancar a cabeça dele”, faria.

Daniel Oseias vende músicas gospel para cantores. Em seu Facebook é possível ver anúncios em que os cantores e ministérios podem gravar discos gospel por apenas R$: 1.000. Um dos clientes, identificado como Léo Olliver, comprou canções ao preço de R$ 600, mas reclamou via Facebook que não as havia recebido ainda. Por conta disso, o compositor Daniel Oseias enviou mensagens de áudio via Whatsapp, em que se vangloria por morar no Sul do Brasil, especificamente Santa Catarina, que segundo ele é uma “[…] cidade próspera. Não é um bando de f*dido que nem vocês. Uns coitados que vendem o almoço para comprar a janta”, disse.

Após isso, ele também chegou a usar um tom ameaçador, em que diz que ele ou sua família podem ir atrás de Léo para acertar suas contas: “Hoje graças a deus canto para deus faço meu trabalho e tudo bem uso essa forma de me controlar. Só que se precisar pegar uma pessoa que nem você e arrebentar de pau e arrancar sua cabeça, eu faço. E se eu não fizer, alguém da minha família faz”, garantiu. A repercussão, claro, foi bastante negativa, principalmente pela fala xenofóbica do cantor, que tentou diminuir a imagem dos baianos e nordestinos, passando uma ideia de que no Sul, ao contrário do nordeste, as pessoas vivem bem e não passam por dificuldades financeiras.

Defesa do cantor
Portal do Trono entrou em contato com o cantor, que nos enviou um áudio explicando que havia se arrependido dos seus atos e que não nutria pelos nordestinos ou baianos qualquer tipo de raiva ou desgosto. Disse que errou pois é humano, que não vai ficar chorando e batendo nessa tecla pra sempre nas redes sociais, criticou quem divulgou os áudios e disse que recebeu o perdão de Deus, que é o mais importante. Confira abaixo o áudio na íntegra:

Tadeu Ribeiro
[email protected]
Com informações do Jornal Opção.