Daniela Araújo ressurge no gospel após polêmica com drogas

A cantora gospel Daniela Araújo está dando a volta por cima. Depois de se meter em polêmicas confusões envolvendo o uso de entorpecentes no ano passado, a jovem está reerguendo seu nome e mostrando que os problemas que enfrentou não são nada comparados com os sonhos que ela carrega pro futuro de sua carreira.

Após passar por um período de reclusão e intimidade, longe do público e dos holofotes, Daniela acabou se recolocando no cenário musical brasileiro, e aos poucos está atraindo novamente seu público. Ela está em processo de produção de seu novo disco, “Catarse”, que significa para a história antiga “libertação, recomeço, purificação”. A cantora passou por um tratamento espiritual na Estância Paraíso, um ministério da Igreja Batista da Lagoinha, liderado por Ezenete Rodrigues, e que já recebeu nomes como Wesley Safadão e a gospel Eyshila.

O disco será lançado ainda este ano pela Som Livre, provavelmente no segundo semestre. A gravadora do Grupo Globo, inclusive, foi bastante paciente e compreensiva com Daniela Araújo no auge das polêmicas com as drogas, e resolveu não se pronunciar oficialmente sobre o caso, dando espaço para que a jovem pudesse tirar um momento para refletir seus passos e pensar nos próximos caminhos.

E não é só no novo disco que Daniela se concentra no momento, ela também se prepara para voltar aos palcos em um evento de grande repercussão, a Virada Cultural de São Paulo. Pela primeira vez, um dos maiores expoentes de produção cultural do Brasil irá instituir um palco gospel. Além da volta de Daniela Araújo, o público ainda poderá apreciar o show do cantor Fernandinho, Paulo César Baruk, Soraya Moraes e Rosa de Saron. A virada acontecerá entre os dias 19 e 20 de maio, e o palco gospel será no Centro Esportivo Tietê, na zona norte da capital paulista.

Tadeu Ribeiro
[email protected]