Elba Ramalho lança CD para Deus: “Disco de gratidão a Deus por tudo que tenho”

A cantora Elba Ramalho deixa um pouco de lado o forró e lança o disco “Eu Sou o Caminho”. Este é seu 37º CD e tem direção musical e arranjos do maestro maranhense Zé Américo Bastos. No repertório, canções religiosas compostas por grandes nomes da música, como Roberto Carlos, Erasmo Carlos e Nando Cordel.

“Esse é um disco de gratidão a Deus por tudo o que eu tenho, por tudo que eu sou e por tudo que eu faço”, comenta Elba. “Há 20 anos, produzi um álbum dedicado a Nossa Senhora, chamado ‘Coração de Mãe’.

Naquele trabalho, pesquisei músicas de louvor e convidei artistas diversos para cantar. A devoção sempre existiu, a fé se solidifica. Deus é imprescindível”, destaca a cantora, que lança o álbum nas plataformas digitais no dia 15 deste mês e nas lojas físicas depois do Carnaval.

O disco tem participação do padre Fábio de Melo e, entre as faixas, “Vou com Jesus”, de Cris Reis, “Alegria”, de Maninho, e uma versão especial para “Ave Maria”, canção de 1825.

Solteira desde 2010, Elba Ramalho, de 64 anos, pretende ficar assim por um bom tempo ou até para sempre. “Não pretendo começar outra história. Dei meu coração a mim mesma, estou inteira como nunca estive antes. É uma plenitude que não sabia que existia”, diz em entrevista à “Revista Gol” a cantora que emendou vários relacionamentos, até o último com o músico Cezinha, que terminou de forma conturbada. A decisão foi tomada depois de vencer um câncer de mama, há alguns anos:

“Estava perdida. A doença, no fim das contas, foi uma bênção. Estava num relacionamento do qual não conseguia sair, que me fazia mal. Estava aprisionada, emocionalmente abalada. E o câncer fez com que eu me reencontrasse. Tirei os melhores proveitos da doença. Saí da relação, caí de novo na minha trilha”.

(Agora SP)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *