Gospel Prime Notícias Gospel Músicas Gospel Vídeos Gospel Letras Gospel Cifras Gospel Bíblia Online Estudos Artigos Perguntas

VEJA TAMBÉM...

Existe cura gay?

16 jul, 2012


O homossexualismo é um grande tema debatido por muitos cristãos e não-cristãos em todo o mundo. Como explicar a atração física, amorosa e sexual por uma pessoa do mesmo sexo? O que a Bíblia fala a respeito dessa prática que já abrange um contingente de milhões de pessoas em todo o mundo?

Na câmara dos deputados um projeto de lei está tirando o sossego dos parlamentares. Estão debatendo sobre a validade da “Cura gay”, e se psicólogos podem oferecer esse tratamento aos seus pacientes homossexuais. A psicóloga cristã Marisa Lobo é uma das defensoras da cura gay, e já foi destaque inclusive no CQC, que hostilizou seus métodos de trabalho, onde o apresentador da apresentação, Marcelo Tas, afirmou que não existe cura para isso.

Em uma pesquisa realizada no Portal Diante do Trono dos dias 05.07.2012 até 16.07.2012, os leitores responderam a seguinte pergunta: “Você acredita na cura dos homossexuais?” E as respostas obtidas foram: Uma maioria esmagadora de 84,4% disse que SIM, existe cura para o homossexualismo. Apenas 10,6% disseram que NÃO existe cura gay, e 4,9% não souberam responder a enquete. Foram computados 1.519 votos.

Antes de prosseguirmos, quero lhe pedir que deixe de lado seus conceitos pré-estabelecidos sobre o tema. Vamos analisar não o que alguém disse, mas o que a Bíblia explica sobre o caso. Avante!

A Bíblia é dividida em 2 partes: o antigo e o novo testamento. Muitas coisas que eram leis no Antigo Testamento não deixaram de ser leis, mas foram invalidadas pelas regras adotadas no novo testamento, que testifica a nova aliança de Deus com seus filhos através de Jesus. O ato de guardar o sábado, por exemplo, deixou de ser uma prática recorrente. Era uma lei no antigo testamento guardar o sábado (7º dia) (Êxodo 31:16), porém Jesus disse no novo testamento que Ele tem autoridade sobre o sábado (Matheus 12:8). Mas mesmo em meio à isso, há igrejas que guardam este dia da forma que os personagens do antigo testamento guardavam. Nem peca quem guarda, nem quem não guarda, pois quem faz ou quem não faz, age assim para a glória de Deus.

O homossexualismo, porém, é algo descrito como uma abominação aos olhos de Deus. Ele foi assim denominado no antigo testamento e confirmado no novo testamento por Paulo. Era um mandamento para o povo de Israel:

“Com homem não te deitarás, como se fosse mulher; abominação é.” (Levítico 18:22)

Semelhantemente, Paulo começa sua carta aos romanos, exortado-os que muitos receberão o castigo por cometerem atos tão torpes. Ele diz:

Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém.
Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza.
E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro.
(Romanos 1:25-27).

Não satisfeito, Paulo ainda diz em sua primeira carta aos coríntios que os sodomitas não herdarão o reino de Deus (os homossexuais também são chamados de sodomitas por causa da cidade de Sodoma, que foi destruída, e tinha sua população com muitos homossexuais):

Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus. (1 Coríntios 6:10).

Enfim, a Bíblia fala por si só. Muitos dizem de peito aberto que o homossexualismo é algo extremamente normal, e que não há cura para esse ‘estilo de vida’. No entanto, a Bíblia, que é a principal fonte que nos mostra quem é Deus, diz o contrário. É um erro também afirmar que a prática é algo genético já que não existe o gene da homossexualidade.

A câmara está discutindo, e não só ela, mas também a imprensa e, consequentemente, as rodas de conversas em todo o Brasil, se existe cura gay. Para alguns, “uma vez gay, sempre gay!”. Mas será que existem casos de pessoas que conseguiram vencer essa prática?

Eduardo Rocha foi abusado sexualmente aos 5 anos de idade, e a partir dali, se entregou, cada vez mais, aos seus desejos homossexuais. Chegou, inclusive, a apresentar um programa de TV como “Grevâniah Rhiuchélley”. Hoje ele venceu a homossexualidade, se diz curado, está casado, e é referência em todo o Brasil como militante de uma causa que combate a pedofilia. Confira sua história:

Há igrejas hoje no Brasil, chamadas de “Igrejas inclusivas” ou “Igrejas Contemporâneas”, que dizem que homossexualismo não é pecado, e que é algo que Deus aprova. Pelo menos a Bíblia diz o contrário. E não há como obter uma interpretação para as passagens bíblicas, diferente das que foram dadas. O homossexualismo é uma prática considerada como abominável pelos autores bíblicos, e se cremos que a Bíblia é a Palavra de Deus, essa também é a visão do Pai sobre essa questão.

Nenhuma outra opinião foi mencionada no texto, além do que diz as Escrituras Sagradas. Seguir e crer no que está escrito na Bíblia é uma decisão pessoal sua. Mas cuidado! Não molde a Bíblia de acordo com as suas necessidades e falhas, ela é o que é, e diz o que diz. Não pode ser acrescida ou diminuta. É completa para todo o sempre.

Tadeu Ribeiro
[email protected]

Sobre o Autor

Tadeu Ribeiro

Tadeu Ribeiro é editor-chefe e fundador do Portal Diante do Trono. Atualmente é estudante de Direito na Universidade Federal de Campina Grande. Apaixonado por Deus, pela música e pela informação. Filho, irmão, e servo do Deus altíssimo. Um chamado que está sendo atendido, e edificado milhões de vidas no Brasil e no mundo.