Fernanda Brum posta vídeo antigo cantando Marisa Monte e diz não ter saudades

A música secular é um espaço que fez parte da vida artística de muitos cantores evangélicos, porém, são poucos os casos em que um convertido decide voltar a trabalhar nesse meio. A pastora Fernanda Brum fez uma publicação no Instagram falando sobre seu começo de carreira e a convicção de não querer voltar a cantar canções que não sejam para Deus.

Em meio às polêmias que a cantora Perlla vem suscitando nos últimos meses, Fernanda Brum afirmou que nunca teve a intenção de voltar a cantar canções seculares, mesmo quando enfrentou dificuldades.

“Olha que interessante … eu tinha 14 anos e vivia os piores momentos da minha vida sem Jesus … no meu novo livro, o Na Mira, conto muito sobre essa época! Foi daí que Jesus me tirou! Glória a Deus por ter me salvado! Em nenhum momento de dificuldade na vida eu pensei em fazer música secular! Eu vim de lá! O altar é o meu lugar!”, escreveu Fernanda Brum.

Na legenda do vídeo, a cantora demonstra ter tido algum tipo de constrangimento a respeito desse capítulo de sua vida no passado, mas reitera que hoje não se sente mais incomodada;

“Tem muito mais vídeos de onde tiraram esse! Esse vídeo não me envergonha mais! Na verdade glorifica o nome de Jesus! Porque Ele me tirou de lá! Do mundão! Por isso eu posso pregar em qualquer janela de mídia! Aleluia! Hoje as 17:00 no altar da IPAN [Igreja Profetizando às Nações] vamos falar mais de como Jesus liberta! Glória a Deus! Um salve ao colega #sergiomalandro!”, concluiu.

A música secular é um espaço que fez parte da vida artística de muitos cantores evangélicos, porém, são poucos os casos em que um convertido decide voltar a trabalhar nesse meio. A pastora Fernanda Brum fez uma publicação no Instagram falando sobre seu começo de carreira e a convicção de não querer voltar a cantar canções que não sejam para Deus.

Em meio às polêmias que a cantora Perlla vem suscitando nos últimos meses, Fernanda Brum afirmou que nunca teve a intenção de voltar a cantar canções seculares, mesmo quando enfrentou dificuldades.

“Olha que interessante … eu tinha 14 anos e vivia os piores momentos da minha vida sem Jesus … no meu novo livro, o Na Mira, conto muito sobre essa época! Foi daí que Jesus me tirou! Glória a Deus por ter me salvado! Em nenhum momento de dificuldade na vida eu pensei em fazer música secular! Eu vim de lá! O altar é o meu lugar!”, escreveu Fernanda Brum.

Na legenda do vídeo, a cantora demonstra ter tido algum tipo de constrangimento a respeito desse capítulo de sua vida no passado, mas reitera que hoje não se sente mais incomodada;

“Tem muito mais vídeos de onde tiraram esse! Esse vídeo não me envergonha mais! Na verdade glorifica o nome de Jesus! Porque Ele me tirou de lá! Do mundão! Por isso eu posso pregar em qualquer janela de mídia! Aleluia! Hoje as 17:00 no altar da IPAN [Igreja Profetizando às Nações] vamos falar mais de como Jesus liberta! Glória a Deus! Um salve ao colega #sergiomalandro!”, concluiu.

Assista ao vídeo em que Fernanda Brum aparece, adolescente, no extinto programa do apresentador Sérgio Mallandro, interpretando uma canção chamada Bem Que se Quis, de Marisa Monte:

(Gospel+)