Igreja evangélica de Manaus celebrará primeiro casamento gay

A Igreja Evangélica Ministério Inclusivo Avivar, que fica entre a zona sul e o centro de Manaus (AM), anunciou a realização de seu primeiro casamento gay, que está previsto para março deste ano. O pastor da denominação, Rafael Montebranco, disse que o mundo vive hoje “a evolução da Igreja”, em alusão aos diversos templos inclusivos que estão sendo abertos por todos os lugares.

Casamento gay em Manaus acontece em março

Tânia Pereira (51) e Lidiane Azevedo (32) resolveram tomar a iniciativa de serem as pioneiras na denominação a realizarem seu matrimônio. Integrantes da igreja, elas estão noivas há 4 meses. Dizem que já frequentaram igrejas tradicionais, mas pelo fato de não terem sua homoafetividade aceita nesses lugares, optaram por congregar em uma espaço inclusivo.

“Na igreja, crescemos ouvindo que a homossexualidade é pecado, mas o que Deus abomina na vida de qualquer pessoa são as coisas ruins, a pessoa viver na promiscuidade, e não na homoafetividade”, disse Lidiane. Sua companheira concorda, e esclarece que não acha certo com a forma que os relacionamentos não-tradicionais são vistos nos templos evangélicos atualmente: “A Bíblia não condena a homoafetividade, e essa interpretação arcaica deve ser revista”, concluiu.

O pastor da igreja explica que a intenção não é afrontar outras denominações mais tradicionais, e sim trazer o diálogo sobre o assunto, além de garantir um espaço onde as pessoas pertencentes a esses grupos possam se sentir livres para viverem sua fé: “Nós trabalhamos a teologia inclusiva, utilizando as técnicas de interpretação histórico crítica e cristocêntrica para extrair o melhor sentido de toda a Bíblia”, explanou.

Este tem sido um movimento crescente no Brasil. As igrejas de teologia inclusiva estão ganhando espaço em diversos estados da federação, e já contam com milhares de membros. A maioria da igreja evangélica, no entanto, ainda possui resistência em aceitar a realização e naturalização de LGBTs em seu seio. A tendência, entretanto, é de que, com o passar dos anos, essas igrejas estejam ainda mais fortes em todos os cantos do país.

Tadeu Ribeiro
[email protected]
Com informações D24am