Justin Bieber doa 30 milhões de reais para a Igreja Evangélica Hillsong, diz amigo

O rapper Post Malone, amigo próximo de Justin Bieber, afirmou que o cantor pop canadense doou US$ 10 milhões para uma “seita”. Ele se refere à Hillsong NYC, pastoreada por Carl Lentz, que tem sido fotografado constantemente ao lado do ídolo adolescente.

Malone disse à revista Rolling Stone que ele não vê de forma positiva a relação de Bieber com a Hillsong. Embora Malone chame Bieber de um “amigo incrível e genuíno”, afirmou que não discute religião com ele.

“[Bieber] ficou super-religioso recentemente. É quase como uma seita… Não, é realmente uma seita. Ele já doou pra eles uns US$ 10 milhões. Esses são os piores tipos de pessoas”, insiste.

O rapper disse que também já foi uma pessoa religiosa. “Eu costumava ser super-religioso. Acreditei muito em Deus, mas hoje entendo melhor isso [religião]”.

O rapper diz que não gosta de ver seus amigos doando dinheiro para uma igreja. “É bom apoiar algo em que você acredita, acho, mas as pessoas estão gastando tanto dinheiro enquanto Deus não se importa que sua igreja tenha um telhado de ouro”, disparou.

Segundo a Rolling Stone, “uma fonte próxima a Bieber nega que ele tenha dado US$ 10 milhões” à igreja.

Nos últimos meses, Lentz tem recebido grande atenção da mídia. Ele foi apelidado de “o pastor das estrelas”, por conta de seu relacionamento com vários artistas e jogadores de basquete famosos.

Em entrevista recente, Lenz foi questionado sobre a comparação de alguns da posição de Bieber e a Hillsong com o ator Tom Cruise e a Cientologia, que é reconhecida como seita.

“Nada a ver”, disse Lentz à Vice News. “Cientologia é outra coisa. Eles pegam alguém e dizem você é o cara. Então, se conseguirem doutrina-lo o suficiente, o colocam como seu porta-voz”.

No entanto, o pastor garantiu que sua igreja tenha um relacionamento diferente com o cantor pop. “Nós nunca fizemos isso”, disse ele. “Justin nunca pôs o pé no altar”.

De acordo com uma pesquisa americana feita pela empresa Brandwatch, tratando-se de Twitter, Justin Bieber é mais influente do que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

O estudo considera o engajamento dos seguidores com as postagens de cada usuário (RT e reply) e também a quantidade de seguidores.

Porém, no final das contas, os dois alcançaram a mesma pontuação (96). Bieber, entretanto, tem mais seguidores, então fechou na frente. Ele é seguido por 103 milhões de contas, enquanto o presidente tem apenas 42 milhões de seguidores.

A relação dos homens mais influentes do Twitter elenca também Justin Timberlake, Cristiano Ronaldo e Jimmy Fallon no Top 5. Já no sexo feminino, o 1º lugar foi para Katy Perry, seguida por Shakira, Jennifer Lopez, Ellen DeGeneres e Demi Lovato, na ordem.

Por trás do Top 10, estão ainda nomes como Bill Gates (6º), Ricky Gervais (7º), Barack Obama (8º), Niall Horan (9º) e Narendra Modi (10º) no segmento masculino e Selena Gomez (6º), Haruka Nakagawa (7º), Britney Spears (8º), Oprah Winfrey (9º) e Alicia Keys (10º) no feminino.

(Gospel Prime)