Kléber Lucas se reúne com pai-de-santo e doa 11 mil pra reconstruir terreiro: “Respeito”

O cantor Kleber Lucas, que é pastor da igreja Batista Soul, no Rio de Janeiro, juntou-se a Lusmarina Campos Garcia, da igreja luterana e outros líderes religiosos afro-brasileiros para uma cerimônia no centro Cazo Kwe Ceja Gbe. O local, que fica em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, foi queimado em 2014 e está sendo reconstruído agora.

Uma doação de R$ 11 mil foi entregue pela Igreja Cristã de Ipanema e pelo Conselho Nacional de Igrejas Cristãs, Seção Rio, durante um café da manhã nesta quarta-feira (22).

Entre os vídeos e fotos que foram publicados sobre o encontro, chama atenção a presença de Kleber Lucas, que não tem um histórico de participação em movimentos ecumênicos. Ele é visto tocando teclado e cantando com os outros participantes “Maria, Maria”, música de Milton Nascimento. Ato contínuo, os atabaques do terreiro entoam um “ponto” e uma mãe de santo e um pai de santo fazem as invocações típicas.

Em outro momento, o cantor foi fotografado entregando uma Bíblia para uma mãe de santo.

Magali Cunha, professora e pesquisadora em mídia, religião e cultura da Universidade Metodista de São Paulo, que participou do evento, afirmou que: “A presença de várias lideranças evangélicas é […] é um ato de humildade e resistência a toda intolerância expressa em violência contra a liberdade de crença. É também uma sinalização de que é possível que grupos religiosos distintos coexistam, não só com base nos princípios de liberdade e de respeito mútuo, mas cooperem entre si com o objetivo do alcance da paz com justiça”.

Kleber Lucas não falou sobre o assunto em suas redes sociais, tendo postado apenas uma foto com pastores do movimento ecumênico carioca.

Recentemente, o pastor da Batista Soul recebeu críticas de muitos evangélicos por ter convidado o padre Fábio de Melo para pregar em sua igreja (saiba mais).

(Gospel Prime)