Lidando com a mágoa

magoaPessoas amarguradas facilmente demonstram traços de violência e problemas emocionais. É fácil perceber se alguém está amargurado ou não. Geralmente ela está sempre na ofensiva, procura evitar contato com quem a magoou, fecha-se para novos relacionamentos e transmite em suas palavras e conversas indícios de amargura, uma vez que falará de acordo com o que estiver cheio seu coração (Mateus 12.34).

A raiz de amargura não resolvida faz com que a pessoa viva em perturbação e contamine o seu próximo. Hebreus 12.15 diz: “Tentando, diligentemente, por que ninguém seja faltoso, separando-se da graça de Deus; nem haja alguma raiz de amargura que, brotando, vos perturbe, e, por meio dela, muitos sejam contaminados”. Além do mais, o amargurado é extremamente sensível a qualquer tipo de opinião contrária à sua, demonstrando tendência de focalizar mais os aspectos negativos de alguém ou de alguma situação. Mas como devemos lidar com esse delicado sentimento?

A resposta é simples. Em primeiro lugar, devemos orar a Deus, buscando sua direção e cura, e pedir sua ajuda para liberar o perdão. Caso necessário, é viável buscar uma ajuda pastoral ou de psicólogos capacitados no assunto. Toda mágoa deve ser tratada o quanto antes. Não espere que ela floresça. Cuide dela enquanto está na raiz. Se buscarmos em Deus a solução para tal transtorno, iremos ser bem-sucedidos. O Espírito Santo nos curará. Quem é que não é magoado ou magoa alguém de em vez em quando? Não somos super-crentes. Lidamos com problemas e pessoas falhas como nós, constantemente. O perdão deve fluir em nossa vida. Em uma situação de conflito que culminou em mágoas, como foi o caso dos irmãos Esaú e Jacó, a reconciliação deve ser o alvo de ambos os envolvidos (Gênesis 33.1-5).  Para isso, a humildade deve ser o centro da atenção. Sem humilhação não haverá reconciliação!

Querido, procure aprender com a situação. Caso alguém tenha magoado você, ore por você e pelo ofensor. Procure canalizar sua atenção para os aspectos positivos. Seja humilde e sincero. Quantas pessoas nós mesmos já magoamos e nem percebemos, não é verdade? Pessoas são falhas. Líderes são humanos e passíveis de erros. Procure entender as falhas e os deslizes dos outros, pois quando for você quem errar, poderá pedir graça a quem magoou.

O desejo de Deus é que você venha ter uma vida abundante, vivendo o Cristianismo com maturidade e responsabilidade e sendo uma bênção em sua família, igreja e sociedade. Entregue-se aos cuidados do Senhor Jesus. Ele tem o melhor para você. Encerro este artigo com as palavras de um homem que sofreu, na pele, dores e rejeições, mas que clamou ao Senhor, assim dizendo: “Cura-me, SENHOR, e serei curado, salva-me, e serei salvo; porque tu és o meu louvor” (Jeremias 17.14). Em Cristo Jesus somos mais que vencedores!

 Ademir S. de Almeida

(Lagoinha.com)



Comente!

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Luiz Lucas

Membro da Igreja O Brasil Para Cristo em Jd. São Pedro - São Paulo - SP, formado em montagem e instrutura de eventos, faz parte do grupo de jovens, e ministério de Louvor em sua igreja local, sempre disposto a servi e cumprir o chamado de Deus.

CLOSE