Marco Feliciano diz que votar em Luciano Huck é dar poder à Globo

O pastor Marco Feliciano utilizou suas redes sociais mais uma vez para atacar a TV Globo. Inimigo declarado da emissora, ele afirma agora que ela está tentando eleger Luciano Huck como presidente da república este ano. O apresentador não é pré-candidato por nenhum partido, e negou que seria. Mas conversas de bastidores apontam que ainda há a possibilidade dele se lançar no cenário político. Para Feliciano, votar em Luciano Huck é dar poder a Globo.

Marco Feliciano critica possível candidatura de Luciano Huck à presidência

O pastor evangélico mencionou ainda que, como Lula (PT) foi condenado em 2ª instância, e provavelmente não poderá ser candidato nas eleições de outubro, a Globo está trazendo Luciano Huck como seu candidato “esquerdista”, em oposição a Jair Bolsonaro (PSC), que foi apontado por Marco Feliciano como sendo o nome presidenciável da direita, e conclama seus seguidores a usarem suas influências nas redes sociais para barrar a ideia: “Temos o dever de impedir que um ungido no Jardim Botânico [bairro que abriga os estúdios Globo] venha a ser eleito, para isso usemos nossos meios de alcance, redes sociais e boca a boca”, afirmou.

O deputado e pastor enfatizou que Luciano é uma aposta alternativa à candidatura de Lula, mesmo que o apresentador se intitule de centro-direita, e possua ideais mais alinhados com os projetos políticos do PSDB, de onde possui vários amigos como Aécio Neves.

Marco Feliciano argumentou ainda que a intenção da Globo é acabar com os “preceitos judaico-cristãos”, em referência ao apoio que a emissora declara abertamente à causas de igualdade de gênero e combate à intolerância religiosa e à homofobia, além de outras formas de preconceito e discriminação. Assista abaixo:

Tadeu Ribeiro
[email protected]