Mattos Nascimento solta o verbo sobre Silas Malafaia em vídeo

Mattos Nascimento é um dos maiores cantores gospel do Brasil, sendo um dos maiores vendedores de discos de toda a história do segmento. Ele chamou a atenção nesse último fim de semana depois de soltar o verbo sobre alguns pastores e programas religiosos exibidos na TV. Ele disse que chegou a sentir “nojo” ao ver algumas práticas que ele considera totalmente equivocadas: “Me deu nojo de assistir esses programas que só falam de campanhas e milhares de pessoas mandam dinheiro para eles”. O espaço também foi usado pelo cantor para falar sobre o pastor Silas Malafaia e sua relação com essas práticas.

Para o cantor, esse tipo de evangelho é a causa de muitas pessoas estarem largando a religião e se distanciando de Deus: “Por isso tem muita gente se desviando, porque muitos salafrários estão pregando o evangelho mentiroso, dizendo que Deus está mandando falar para você, e não é Deus nenhum”, afirmou. Ele fez o desabafo depois de passar alguns dias no Ceará em turnê. Ele questionou o que muitos outros já vêm questionando há algum tempo: a teologia da prosperidade, onde você recebe em troca o que der “para Deus”, mas que na verdade acaba indo para o bolso dos próprios pastores e obreiros: “A prosperidade vem quando buscamos a face do Senhor”, disse.

Em meio às críticas, ele separa um momento para elogiar o pastor Silas Malafaia, da Assembleia de Deus Vitória em Cristo. Para Mattos, Silas é um pregador fiel à palavra de Deus por não possuir campanhas mirabolantes para arrecadar dinheiro: “Eu declaro que por isso que muitos têm raiva e ódio do Silas, porque ele não vem com conversa fiada, com envelopes para tantas coisas e não diz que porta vai se abrir, quando ela não vai se abrir. Ele prega a palavra”, disse. No entanto, essa visão não reflete necessariamente a realidade que têm-se visto.

Silas também já utilizou campanhas para arrecadar valores na casa dos milhões, que segundo ele é para pagar seu programa de TV. Em uma das campanhas, por exemplo, ele chegou a cobrar 1.000,00 reais por pessoa em troca de uma bênção financeira e uma Bíblia do pastor Mike Murdock, que é barrado em diversas igrejas dos EUA por suspeitas de charlatanismo. Infelizmente, Silas não é exemplo de líder religioso desapegado de campanhas financeiras como essas. Ou Mattos Nascimento está desinformado quanto à isso, ou preferiu fazer vista grossa.

Tadeu Ribeiro
[email protected]