“Não adianta você ser santo na igreja se você chega em casa e fala mal do outro”

“A palavra tem poder. Ela pode abençoar, trazer bênção pra você. Mas, também pode amaldiçoar. Se profetizares maldição, maldição então terá”. Este é um trecho de uma música da cantora Fernanda Brum chamada “A palavra tem poder”. Da mesma forma que você pode levantar alguém por meio de suas palavras, você também pode deixar o dia de alguém mais “nublado”.

Muitas vezes somos bondosos com os outros, mas com os familiares de casa somos grosseiros. O assunto foi debatido entre a psicóloga cristã Miriam Nogueira, a pastora Hérica Capanema e o apresentador Cássio Miranda, do programa Bate-Papo (Rede Super).

A psicóloga inicia contextualizando a questão do poder que a palavra tem. “Eu acredito que a palavra tem um poder, sim. Porque é através delas que nos comunicamos e manifestamos quem somos e o nosso pensamento a respeito de nós, do mundo, do outro. Muitas das vezes você está num dia bom e feliz, alguém chega e te fala aquela palavra que tem o poder de mudar o seu humor”, exemplificou a profissional.

“Nós expressamos nossos sentimentos, pensamentos através da palavra. Então, o que eu sou? E sou o que eu penso, o que eu sinto e eu vou transmitir isso através da palavra. Se eu sou uma pessoa que tem um humor mais negativo, um humor mais deprimido, onde que vai ser manifesto? Através do que eu falo, através da minha forma de me comunicar”, ressaltou.

“A gente precisa cuidar do que a gente pensa, do que a gente sente e do que a gente transmite para o outro”, completou.

A pastora Hérica Capanema continuou na abordagem apresentando um olhar bíblico sobre o assunto. “Às vezes a pessoa que nos procura para um aconselhamento ou assistência espiritual, dentro da capelania, o que ela mais precisa é ser ouvida e receber uma palavra que reforce positivamente o desejo dela. Aquilo que ela precisa”, disse.

Família
“Há bênção e maldição nas palavras. A Bíblia diz inclusive que como pode da mesma fonte vir água salgada e doce? Como você, sendo um cristão, pode ser bom com uns e ser grosseiro e arrogante e ser orgulhoso nas suas palavras com outros? E dentro de casa, na família isso é muito visto”, ressaltou a pastora.

Ela dá o exemplo de uma jovem que a procurou para desmascarar o próprio pai. “Eu atendi uma vez uma jovem que dizia para mim que o pai era um diácono na igreja, um homem amado por todos e muito ativo. Mas, ela veio a mim primeiro com o intuito de desconstruir essa imagem do pai. ‘Ai pra vocês ele é ótimo. Vocês acham que meu pai é isso, na minha casa ele me fala isso, xinga minha mãe. Ele tem esse comportamento e discurso na minha casa’”, explanou.

“Então, ela estava aborrecida com essa atitude do pai. A Bíblia fala disso. Você não pode ser duas coisas. Você não pode amar e odiar com suas palavras de uma mesma fonte. Você só tem um efeito na igreja quando você tem o Evangelho no coração, quando você tem um encontro real com Jesus. Mas, igreja por igreja não adianta nada. Não adianta você ser santo na igreja se você chega em casa e fala mal do outro”, alertou a pastora.

Confira o programa na íntegra:

(Guiame)



Comente!

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Portal do Trono

Acompanhe as nossas redes e fique sempre bem informado!

CLOSE