Padre Fábio de Melo fala contra “macumba” e pede perdão após críticas

O Padre Fábio de Melo envolveu-se em uma polêmica na última semana. Um vídeo em que ele aparece falando contra “macumba” e outras ações de religiões afro ressurgiu na internet, causando um certo reboliço entre os internautas. Na pregação ele defende que quem é cristão de verdade não pode se deixar ter medo de obras oriundas do ocultismo, como a “macumba”, e diz que quem tem medo desses trabalhos na verdade nunca conheceu o amor e o poder de Cristo.

“Não vou acreditar, e a partir do momento que eu não acredito, eu diminuo o poder da sua ofensa”, diz ele, levantando os gritos de concordância dos que o assistem na missa. Mas muitos internautas não gostaram do que assistiram nas imagens, e começaram campanhas de boicote pelas palavras do padre, que teria desrespeitado as religiões afro, na concepção dos manifestantes.

Por conta disso, padre Fábio de Melo foi para o Twitter se justificar, e disse que não era o dono da verdade, embora estivesse em busca de encontrá-la. Pediu desculpas a todos que se sentiram ofendidos e reiterou que estava apenas tentando externar sua opinião de não crer nesse tipo de conduta religiosa.

“Eu não sou proprietário da verdade. Eu estou em busca dela. Quero o esclarecimento espiritual que me coloque ao lado de todos. Diferentes e iguais a mim. Somos irmãos e não me sinto melhor que ninguém. Se fui infeliz na forma como expressei o meu não crer, perdoem-me”, publicou ele em sua conta.

Assista abaixo o vídeo polêmico que tomou conta das redes sociais:

Tadeu Ribeiro
[email protected]