Palavras de Fé – Prove da Fidelidade do Senhor

Deus só pode fazer aquilo que, crendo, reivindicamos. É verdade que Ele é Pai, fiel cumpridor de Suas promessas, bem como Protetor de todos aqueles que são dEle. Entretanto, mesmo crendo em Sua Palavra, se não fizermos o que Ele nos orienta, o Senhor ficará impossibilitado de nos atender.

Muitas pessoas que crêem no Único e verdadeiro Deus não recebem ajuda dos Céus, porque esperam, simplesmente, que o Senhor haja em favor delas automaticamente. No entanto, não é desse modo que as coisas funcionam. Além disso, se Deus operasse em nosso benefício sem que crêssemos ou pedíssemos Sua participação, Ele seria servo, e não Senhor.

Assim a Palavra de Deus nos ensina: Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça (1 João 1.9). O processo se desenrola da seguinte forma: nós confessamos os nossos pecados, e Ele nos perdoa. Se não os confessarmos, mesmo crendo que Ele quer e pode perdoar-nos, não seremos perdoados. Há perdão para todos, mas somente quem reconhece seu erro e o confessa experimenta a absolvição de suas transgressões. Quem assim o faz não só encontra o perdão, mas também a purificação de toda mancha ou inclinação para o mal que tomou conta do seu espírito.

Essa promessa funciona também em relação à cura, à prosperidade ou a qualquer outra bênção. O princípio é o mesmo. A pessoa que está doente entra em oração e confessa sua necessidade e a promessa de Deus. Ao agir assim, ela dá ao Senhor condições para estender Sua mão e operar o milagre da cura. Também o mesmo se dá com o indivíduo que enfrenta problemas no casamento, nas finanças ou em qualquer outra área de sua vida.

O texto sagrado nos chama a atenção para o fato de que o Senhor é fiel. Ora, esse título jamais será tirado dEle. Todo aquele que cumprir as condições necessárias haverá de provar da fidelidade do Senhor. Em todas as gerações, tanto nas dos tempos bíblicos como nas das outras épocas, Ele sempre Se mostrou e irá mostrar-Se cumpridor de tudo o que os Seus lábios prometeram.

R.R. Soares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *