Snoop Dogg diz que todos terão maconha no céu

O rapper americano Snoop Dogg está no centro de mais uma polêmica. Ele vem preando nos últimos meses que está mais próximo de Deus, e que estava adepto da religião protestante. Chegou a lançar, inclusive, um CD gospel, “Bíblia do Amor”, em tradução livre. Agora ele está criticando seus críticos. Diz que não entende porque está sendo julgado pela classe evangélica.

Snoop Dogg já enfrentou problemas com a polícia por conta de drogas.

Em entrevista a Jimmy Kimmel, um dos maiores apresentadores dos EUA, ele disse na última segunda (09) que foi criado na igreja: “O mundo em que vivemos tem tanta negatividade e violência. Eu só queria fazer algo que representasse paz, amor e felicidade”, disse.

Questionado sobre como pensava que o céu seria, ele respondeu que lá é um lugar livre de qualquer violência, e que todo mundo se ama. Além disso, garantiu que lá tem maconha liberada pra todos. Snoop Dogg, inclusive, já foi preso por porte da droga em anos passados.

O cantor tem questionado constantemente a forma como vem sendo tratado pela igreja. Segundo ele, não há necessidade que ele prove que mudou de vida realmente, como alguns vem defendendo. Um pastor de uma mega-igreja em Atlanta, Creflo Dollar, chegou a afirmar recentemente que os cristãos tem errado na forma como encaram a mudança de vida de Snoop.

“Eu não sei se vocês estão salvos o suficiente”, disse Creflo em seu sermão na igreja. “Apenas mostrei a vocês um cara que diz que acredita e agora você quer ser a polícia do Espírito Santo para decidir se alguém fez o suficiente para ser respeitado como um filho de Deus?”, indagou.

Tadeu Ribeiro
[email protected]