Teologia do “sabor de mel” é resultado de “pastores fracos”, afirma Renato Vargens

A pastor Renato Vargens publicou em sua página no Facebook um pensamento sobre os jargões utilizados por algumas igrejas para passar uma ideia diferente da que Jesus pregou em seus tempos.

Não só nos púlpitos, como também nas músicas, alguns evangélicos acabaram implantando uma ideia de que Deus está em guerra contra os inimigos dos que são cristãos, passando uma ideia de que Ele é implacável contra aqueles que não seguem o que Ele quer e também os que afrontam quem é evangélico, passando longe do evangelho de amor que o próprio Jesus pregou em seus evangelhos.

Visando prosperidade, líderes acabam induzindo seus fieis à ideia de que só está bem quem está na bênção, o que, segundo Vargens, é um erro. Confira abaixo os jargões que representam. (Qualquer semelhança com sua igreja pode não ser mera coincidência, analise!)

12 Jargões usados num púlpito em que o evangelho não é pregado

Igrejas rasas possuem púlpitos fracos, com pastores fracos, os quais gastam o seu precioso tempo usando jargões e clichês. Veja abaixo os mais comuns:

1-) Deus vai te exaltar
2-) Deus vai te honrar
3-) É só vitória!
4-) Profetiza a benção
5-) Tome posse!
6-) Deus vai restituir tudinho que você perdeu
7-) O melhor de Deus está por vir
8- Determine a benção
9-) Sua vitória terá sabor de mel
10-) Decrete sua prosperidade
11-) Você não é cauda e sim cabeça
12-) Se Deus não te der, rasgue a Bíblia

Pense nisso!

Pr. Renato Vargens.