Morre ex-bruxo Tio Chico, que dizia ter feito pacto de Xuxa com demônio

O ex-bruxo “Tio Chico”, que ficou conhecido entre os evangélicos principalmente na última década após seu testemunho como pastor evangélico, faleceu na terça da semana passada (06), em Belo Horizonte (MG).

Tio Chico dizia ter feito pacto de Xuxa com o Diabo.

Francisco José Vieira Guedes, nome de batismo de Tio Chico, era pastor e percorreu diversas igrejas no Brasil com suas histórias de trabalhos de feitiçarias que ele afirmava ter feito para famosos, os chamados “pactos com o Diabo”, na busca de fama e poder. O caso mais emblemático é o da apresentadora Xuxa Meneghel, que segundo o ex-bruxo, havia pagado altos valores para que ele intermediasse uma negociação entre a artista e o “demônio”, para que ela alcançasse fama e ganhasse muito dinheiro.

CDs, DVDs e até VHSs com o “testemunho” do pastor circularam todas as regiões do Brasil. Além do episódio envolvendo Xuxa, Tio Chico falou sobre um suposto trabalho feito para matar o ex-apresentador e ícone da TV brasileira, Chacrinha. Tanto Xuxa quanto os outros citados nas palavras do pastor negam todas as acusações, classificadas como difamações e injúrias.

A apresentadora Xuxa, inclusive, chegou a ganhar uma ação contra o jornal “Folha Universal”, da Igreja Universal do Reino de Deus, que estampou na capa de uma de suas edições, anos atrás, uma imagem da artista, afirmando que ela havia feito um “pacto com o Diabo”. A instituição religiosa de Edir Macedo foi condenada a pagar 150 mil reais por danos morais e materiais. Em entrevista a um programa de TV mexicano, Xuxa respondeu Tio Chico, afirmando que as informações que ele divulgava não eram reais, e que tinha muita fé em Deus: “Eu creio em Deus, se isto é pecado, eu sou uma pecadora”, afirmou.

Segundo informações não oficiais, Tio Chico morreu aos 58 anos, vítima de um infarto fulminante. A família não informou nenhum informe sobre seu sepultamento.

Assista abaixo o famoso testemunho do ex-bruxo:

Tadeu Ribeiro
[email protected]