TV Record quer desassociar sua imagem da Igreja Universal

A TV Record planeja desvincular sua imagem da Igreja Universal do Reino de Deus. Pelo menos é essa a intenção de seus principais diretores. O assunto, segundo conta o jornalista Flávio Ricco, começou a rondar os bastidores da emissora nos últimos meses, e vem ganhando força ultimamente.

Edir Macedo em culto da Igreja Universal.

A ideia é de que a emissora não pode estar vinculada à igreja, principalmente depois que a TVI, emissora de Portugal, iniciou uma série de reportagens denunciando um suposto esquema de tráfico de crianças e adolescentes mantido pela Igreja Universal, para comercializar crianças pelo mundo. Band decidiu entrar no jogo, e anunciou que também irá investigar o suposto esquema.Após críticas, a

Outro ponto que pesa negativamente, é a imagem do prefeito do Rio, Marcelo Crivella, que anda bastante desgastada. Crivella é bispo licenciado da Igreja Universal, sobrinho de Edir Macedo. Ele vem sendo alvo de diversas críticas depois de sucessivos atos vistos como omissão. Durante a crise de segurança no Rio, por exemplo, ele se encontrava na Europa. Durante o carnaval, escolas de samba protestaram contra o corte, pela metade, das verbas destinadas a cada agremiação, e gritos de “Fora Crivella” foram entoados por toda a Sapucaí.

O trabalho, no entanto, não é fácil. A Igreja Universal é a maior mantenedora da Record, e destina milhões de reais todos os meses para manter a emissora no ar, com a desculpa de que compra as madrugadas para exibir programas e cultos da igreja. Custos que chegam a ser até 10x mais caros que o habitual do mercado.

O apocalipse na relação Universal X Record começou?

Tadeu Ribeiro
[email protected]