Conecte-se conosco

Mais Conteúdo

Brasileiros têm bilhões ‘esquecidos’ em bancos; Saiba como resgatar o dinheiro

Publicado

em

O Banco Central lançou na última segunda-feira (24/01), a primeira fase do sistema de valores a receber. Uma plataforma para saber se sobrou algum recurso guardado de antigos relacionamentos com instituições financeiras.

Já é possível consultar no site do Banco Central com CPF ou CNPJ se existe dinheiro de parcelas de empréstimo e tarifas cobradas indevidamente, recursos não procurados após encerramento de grupos de consórcio, cotas de capital a devolver em cooperativas de crédito e saldo de contas encerradas.

Estão guardados 8 bilhões de reais, segundo o Banco Central, que devem ser divididos para 24 milhões de pessoas. Em menos de 24 horas no ar, o Sistema de Valores a Receber (SVR) do Banco Central (BC) possibilitou 8,5 mil solicitações de devolução de dinheiro ‘esquecido’ nos bancos, no total de R$ 900 mil.

Nesta primeira fase, R$ 3,9 bilhões estarão disponíveis para 28 milhões de pessoas ou empresas. Segundo o BC, 79 mil pessoas conseguiram consultar o SVR desde segunda-feira. Os recursos serão transferidos via Pix em até 12 dias úteis.

ONDE E COMO CONSULTAR SE TENHO DINHEIRO A RECEBER?

A consulta é feita no site do Banco Central, usando apenas o CPF ou CNPJ. Lá, vai aparecer tudo que está em seu nome ou da empresa em todos os bancos. Basta seguir o passo a passo no site do BC:

  • Acesse “Minha Vida Financeira”;
  • Clique na subseção “Valores a Receber”;
  • Role a página até o final e clique em “Consulta ao Relatório Valores a Receber”.
  • Clique em “Iniciar consulta” e coloque o número do seu CPF ou CNPJ;
  • Se você tiver dinheiro a receber, isso aparecerá na tela. Se não tiver, é só encerrar a consulta;
  • Se houver valores disponíveis, você deve checar em que banco eles estão. Isso é feito através do “Registrato”, portal que permite que a população consulte suas informações financeiras, tais como dívidas, empréstimos, entre outros. Mas, nesse caso, as instituições precisam ter aderido a um termo do BC;
  • É possível também informar os dados do Registrato. Na sequência, o banco deve informar o meio de pagamento ou transferência;
  • Caso você não tenha cadastro, é preciso fazer o login e senha para acessar a página do Registrato. O cadastro pode ser feito pelo site do Banco Central ou pelo site Gov.br.
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe um Comentário

+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página