Conecte-se conosco

Mais Conteúdo

Xuxa perde ação contra Magno Malta por crítica à livro infantil LGBT

Publicado

em

A apresentadora Xuxa Meneghel perdeu uma ação na Justiça que movia contra o pastor e ex-senador Magno Malta. A informação do portal Notícias da TV e do Portal UOL.

Em 2020, a apresentadora lançou o livro Maya: Bebê Arco-Íris, com temática LGBTQIA+ para crianças, e Malta, na ocasião, chamou a obra de “esdrúxula e indigna”.

“Deus criou macho e fêmea, e isso não é religião, é ciência. E criança tem que ser respeitada. É hora de nos juntarmos e levantar a nossa com essa história que eu acho tão esdrúxula e indigna, sem respeitar o psicológico, emocional e moral da criança”, disse Magno naquela ocasião.

Xuxa pedia R$ 150 mil por danos morais, mas o Tribunal de Justiça de São Paulo negou. A decisão do juiz Théo Assuar Gragnano foi publicada na última quinta-feira (07/04).

Segundo ele, Magno Malta exerceu seu direito de crítica e que as palavras citadas no vídeo são ditas sobre o livro e não à rainha dos baixinhos.

“A referência à futura obra literária da autora, feita pelo réu, não desbordou do regular exercício da liberdade de expressão. Não está claro se a autora incluiu na causa de pedir a afirmação, feita pelo réu, de que ela ‘foi para a cama num filme com um garotinho pequenininho’. A esse propósito, a autora limita-se a enfatizar o enredo do filme”, descreve o trecho do magistrado.

O magistrado ainda relatou que a fala de Magno “não desbordou do regular exercício da liberdade de expressão”.

  • RECEBA NOTÍCIAS DO PORTAL DO TRONO DIRETAMENTE DO WHATSAPP!
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe um Comentário

+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página