Conecte-se conosco

Mais Conteúdo

Após ter candidatura barrada, Gabriel Monteiro cita versículo: “O Senhor será a minha luz”

Publicado

em

Gabriel Monteiro - Foto: Renan Olaz/CMRJ

O ex-vereador pelo Rio de Janeiro, Gabriel Monteiro, não pode concorrer a deputado federal pelo seu estado, essa é a decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Rio (TRE-RJ) desta quarta-feira (31/08). O órgão indeferiu a candidatura do também youtuber que concorria ao cargo pelo PL, o mesmo partido de Jair Bolsonaro.

Por 6 votos a 1, o TRE atendeu a um pedido de impugnação feito por André Barros (PSOL-RJ), também candidato a deputado federal. O ex-PM e youtuber era visto como potencial puxador de votos para o partido do presidente Jair Bolsonaro, mas ficou pendurado judicialmente após ser cassado pela Câmara de Vereadores do Rio.

O mandato de Gabriel como vereador foi cassado por quebra de decoro parlamentar após a revelação de acusações de estupro, assédio sexual e vídeos forjados para a internet. Apesar disso, como a cassação foi após o prazo para registro de candidatura, o ex-parlamentar conseguiu efetivar o registro com toda documentação necessária.

No Twitter, Monteiro disse que irá recorrer da decisão. Ele citou uma passagem bíblica e afirmou que vai ser o deputado federal “mais atuante” do Brasil, caso for eleito.

“Não se alegre a minha inimiga com a minha desgraça. Embora eu tenha caído, eu me levantarei. Embora eu esteja morando nas trevas, o Senhor será a minha luz”. Mq 7:9. A DECISÃO DE IMPUGNAÇÃO CABE RECURSO! Serei o Deputado Federal mais combativo. Irei honrar cada voto de vocês!”, declarou ele.

Agora, Monteiro pode até recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mas fica impedido, desde já, de fazer propaganda no horário de rádio e TV e de usar recursos do fundo eleitoral.







+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página