Conecte-se conosco

Mais Conteúdo

Assaltantes desistem de levar celular de pastor motorista de aplicativo: “Você é evangélico, te entendo”

Publicado

em

Dhonne Melo foi assaltado por três passageiros durante uma corrida no Rio - Foto: Reprodução/Twitter

Na última terça-feira (13/12), um motorista de aplicativo foi assaltado por passageiros, durante uma corrida de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, até a Zona Norte do Rio de Janeiro. Os criminosos decidiram levar “apenas” o carro da vítima por ele ser evangélico.

Dhonne Costa de Britto Melo, de 37 anos, disse que os criminosos se “intimidaram” por ele ser pastor e levaram “apenas” o carro, deixando ele com celular, carteira e ainda um dinheiro para voltar para casa.

Segundo relato dele, por volta de 12h15, Dhonne estacionou o carro no bairro de Tomás Coelho, ponto final da corrida, e disse o valor da corrida aos três supostos passageiros: R$ 53,30. Foi nesse momento em que eles anunciaram o assalto, mas não pareciam ter percebido que estavam sendo gravados pelo celular do pastor.

“Eles pediram o local de embarque em uma igreja, e eu, por ser pastor, deixei o meu sentimento pastoral falar mais alto e infelizmente essas pessoas fizeram isso comigo”, relembra.

O pastor conta que chegou a dizer que não sairia do carro, justamente pelo fato de o celular estar gravando os rostos dos criminosos, mas que sabe que o certo a se fazer é não reagir. No vídeo, é possível ouvir quando um deles diz: “’Bora’, chefe, a gente não vai fazer nada. Você é evangélico, eu te entendo.”

“Foi quando eu tive a ideia de solicitar o meu celular, a minha carteira e um valor para eu sair do local, até porque eu estava longe de casa. E eles assim concordaram, temeram ali por tudo o que, na mente de um deles, um pastor representava”, conta.

Dhonne avistou uma viatura e foi levado até a 44ª DP (Inhaúma), onde registrou a ocorrência. A Polícia Militar afirmou que agentes do 3ºBPM (Méier) prestaram auxílio à vítima do roubo.

Depois disso, o motorista conseguiu recuperar o seu carro na quarta-feira (14). Segundo a Polícia Civil, foram analisadas imagens e a investigação aguarda a presença de vítima para fazer o reconhecimento dos assaltantes.

+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página