Conecte-se conosco

Política

Bolsonaro abre 32 pontos de vantagem entre evangélicos

Publicado

em

Jair Bolsonaro na Marcha para Jesus em São Paulo - Imagem: Jales Valquer/Framephoto

Pesquisas recentes demonstram que o apoio do eleitorado evangélico ao atual presidente Jair Bolsonaro (PL) só aumenta, apesar das tentativas tímidas de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em se aproximar desse segmento.

Segundo recente pesquisa do IPEC, Bolsonaro “tem o apoio de 63% desses eleitores. A vantagem é de 32 pontos. Lula, que tem buscado aproximação com os fiéis, obtém 31%”, apurou o Conexão Política.

Não é difícil entender por que os evangélicos tendem a se aproximar de candidatos ligados a agendas de direita, como Jair Bolsonaro, que em diversas ocasiões tem declarado ser contra o aborto, ideologia de gênero, e a legalização das drogas.

No início do ano, o ex-deputado federal Eduardo Cunha já tinha previsto o sucesso de Bolsonaro no meio evangélico.

“Muito pouco provável que Lula consiga alcançar Bolsonaro nesse segmento”, afirmou Cunha. “Isso só une mais os evangélicos para que votem cada vez mais só em candidatos da mesma religião ou, pelo menos, em nomes comprometidos com as premissas básicas defendidas pelo segmento, como a defesa da vida e da família.”

+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página