Conecte-se conosco

Mais Conteúdo

Brasil confirma primeiro caso de varíola dos macacos

O paceiente de 41 anos, que viajou à Espanha, está em isolamento em um hospital de SP

Publicado

em

Primeiro caso de varíola dos macacos no Brasil é confirmado em homem de SP - Foto: Shutterstock

A varíola dos macacos está entre nós! O primeiro caso no Brasil foi confirmado nesta quarta-feira (08/06), na cidade de São Paulo. Segundo o portal g1 e a Veja, o caso foi confirmado em um homem de 41 anos.

O homem, que viajou à Espanha, está em isolamento no Hospital Emílio Ribas, na Zona Oeste da capital.

Agora, o Brasil tem sete casos suspeitos de varíola dos macacos em São Paulo, Santa Catarina, Ceará, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul e Rondônia.

A varíola dos macacos (monkeypox, em inglês) é zoonose viral capaz de infectar humanos e que está em surto na Europa e na América do Norte.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, já disse que o país terá vacinas para combater a varíola dos macacos “se houver necessidade”.

Os sintomas iniciais da varíola dos macacos costumam ser febre, dor de cabeça, dores musculares, dor nas costas, gânglios (linfonodos) inchados, calafrios e exaustão. Depois do período de incubação [tempo entre a infecção e o início dos sintomas], a pessoa começa com uma manifestação inespecífica, com sintomas que observamos em outras viroses: febre, mal-estar, cansaço, perda de apetite, prostração.

“Dentro de 1 a 3 dias (às vezes mais) após o aparecimento da febre, o paciente desenvolve uma erupção cutânea, geralmente começando no rosto e se espalhando para outras partes do corpo”, disse iliane Trindade, virologista e pesquisadora do Departamento de Microbiologia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Feridas na mão de uma pessoa infectada pelo vírus da varíola dos macacos

Até o momento, segundo as autoridades brasileiras, existe aumento de casos confirmados em pelo menos 31 países. O número está em 1.077 casos, sendo a maior parte em países onde a doença é endêmica, localizados no continente africano.

A varíola dos macacos foi descoberta pela primeira vez em 1958, quando dois surtos de uma doença semelhante à varíola ocorreram em colônias de macacos mantidos para pesquisa. O primeiro caso humano dessa variante foi registrado em 1970 no Congo. Posteriormente, foi relatada em humanos em outros países da África Central e Ocidental.

A varíola dos macacos ressurgiu na Nigéria em 2017, após mais de 40 anos sem casos relatados. Desde então, houve mais de 450 casos relatados no país africano. Entre 2018 e 2021, foram relatados sete casos de varíola dos macacos no Reino Unido, principalmente em pessoas com histórico de viagens para países endêmicos.













+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página