Conecte-se conosco

Minas Gerais

Casal destrói clínica por crer que é rastreado por chip no dente: “Escutam minhas conversas”

O motivo da indignação, segundo eles, foi a implantação de um chip em vez da retirada de um dente

Publicado

em

O casal quebrou a clínica odontológica em BH por crer ser rastreado por chip em dente colocado por dentistas há dois anos - Foto: Reprodução

Um vídeo em que um homem descontrolado quebra uma clínica odontológica de Belo Horizonte (MG) e ainda bate no braço da funcionária, repercutiu na internet nesta semana. Nas imagens é possível ver ainda uma mulher com um bebê no colo arremessando objetos contra as atendentes. Ela ainda chutou o móvel da recepção e quebrou a tampa de vidro sobre o balcão.

Esse casal negou que tenha ameaçado as funcionárias. “De momento algum a gente desmoralizou, agredimos ou ameaçamos alguma das funcionárias, não houve em momento nenhum. Eu não mostrei nada pra ninguém. Eu sou um pai de família. Eu agi como um pai de família em questão dos danos que ele estava causando à minha família. Porque eu sou eu sou brasileiro e tenho o mesmo direito que qualquer um brasileiro”, disseram eles.

As três crianças que estavam com o casal acompanharam tudo antes de irem embora o homem ainda destruiu o aparelho de TV pendurado na parede. Anos atrás a mulher passou por um procedimento odontológico e voltou à clínica para reclamar de dor. Segundo ela, no lugar do dente arrancado, teria sido implantado um chip.

“Eu fui extrair um siso incluso e durante esse procedimento eles me instalaram esse chip, me fizeram uso veterinário fora do procedimento, eu queria fazer somente a extração do siso e o canal, voltei lá e eles me colocaram isso sem a gente pedir, não pedir e ele colocou esse corpo estranho em mim, que é só a perícia civil para poder explicar o que é”, disse a mulher, de 27 anos.

“Agir sim com com falta de responsabilidade. Eu admito isso. Pelo fato de eu, pelo fato de eu não estar controlado no momento, ter perdido a cabeça, mas eu sou ser humano, sou falho”, disse Lucas Rocha, de 31.

Lucas teria perdido a paciência com as atendentes que não levaram a história a sério. “Algo escuta dentro do meu lar, dentro do meu banheiro, eu estou com o meu 4G desligado no meu celular, com o modo avião, com o meu aparelho de TV desligado, tá tudo desligado, da onde tá saindo gravação? Como que o meu vizinho tá me ouvindo? Como é que eles estão reproduzindo áudio? É porque está dentro de mim”, disse a mulher. Veja o vídeo:

“Foi me informado dentro da empresa que eu estava fazendo freelancer , me perguntaram que procedimento que eu havia feito e me falaram que tinha colocado um chip em mim, só que eu não acreditei e com o tempo eu procurei outras clínicas para poder tentar fazer a remoção”, contou ela.

“Como eu pesquisei sobre o chip eu vi que o chip ele tem a essência de mostrar, observar em questão de escuta ou gravação dentro do do seu questão foi implantado na boca dela. Então está sendo gravado tudo que está rolando dentro da minha casa”, disse o esposo.

Segundo a mulher, além das dores o procedimento teria causado transtornos à família. As funcionárias da clínica registraram um boletim de ocorrência na polícia. O casal pode responder por lesão corporal, ameaça e dano ao patrimônio. Para a polícia, as funcionárias negaram a implantação de qualquer aparelho desconhecido na paciente.

“Os funcionários da clínica nos relataram que foi feito um procedimento com ela, mas que não tem nada a ver com o chip, foi um procedimento odontológico regular”, disse Bruno Miranda, tenente da Polícia Militar.

Por telefone, a dona da clínica informou que a história começou em 2018 quando a mulher esteve lá para extrair três dentes e colocar uma peça de metal. O serviço foi feito, mas em janeiro deste ano a mulher voltou alegando que sentia dores e que queria tirar a tal peça porque descobriu que havia um corpo estranho.

A proprietária da clínica explicou a ela que o que havia na peça era apenas um núcleo de cor escura. O prejuízo calculado até agora pelo quebra-quebra é de cerca de R$ 6 mil.

O caso ganhou repercussão nas redes sociais. O assunto foi um dos mais comentados do Twitter, por exemplos, confira lguns comentários:













+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página