Conecte-se conosco

Mais Conteúdo

Criticada pela Igreja Católica, Madonna faz ensaio profano como Jesus Cristo

Publicado

em

Madonna na capa da Vanity Fair francesa Foto: Reprodução/Vanity Fair France

A cantora norte-americana Madonna, de 64 anos, estrelou a capa da Revista Vanity Fair e se tornou a primeira do projeto anual “Icon Issue”. Porém, o que chama a atenção é o tema escolhido para as fotos.

Considerada a “Rainha do Pop”, Madonna aparece como Jesus Cristo na Santa Ceia, cercada por modelos mulheres fazendo às vezes de discípulos, clicada pelos fotógrafos Luigi & Iango.

Em entrevista com Simone Marchetti, diretora da Vanity Fair Europa, Madonna falou sobre feminismo, religião, inclusão, os artistas que ama e segue, seus planos futuros, seus filhos, liberdade de expressão e sua luta eterna contra o patriarcado.

Foto: Reprodução/Vanity Fair France

A cantora, que já foi condenada pela Igreja Católica por três vezes, ainda explicou como vê sua espiritualidade. “Acho importante ter rituais e uma vida espiritual. Mas também acredito que religião sem entendimento, sem conhecimento, sem curiosidade e sem inclusão não pode ser considerada religião”, disse ela.

“Não posso me juntar a grupos religiosos que excluem os outros ou são extremistas. Ainda assim, respeito todas as religiões e encorajo as pessoas a examinarem as crenças que seguem. Que compreendam os livros sagrados e os rituais, porque sem compreensão só restam dogmas e regras, e torna-se um exercício vazio. Minha relação com a religião hoje consiste em cultivar minhas práticas espirituais. E acho importante que todos os cumpram, mas não vou defini-los para outras pessoas”, completou.

Publicidade

“Acho importante rezar e ter uma conexão com a alma, com a força espiritual, chame como quiser. Não vejo maneira de sobreviver sem me conectar com a ideia de que existe um poder e uma energia maiores, ou que existem muitas energias. Que existe um mundo metafísico e místico do qual todos fazemos parte e com o qual devemos permanecer conectados”, disse.

Foto: Reprodução/Vanity Fair France

Madonna comentou sobre as fotos atuais e lembrou quando foi criticada pela Igreja. “Reparem bem na imagem: estou coroada, vestido com um manto suntuoso e estou de pé sobre um altar. Você sabe em que estado de espírito eu estava? Eu me senti enfraquecida. Era apenas uma foto, tirada em estúdio, mas me trouxe de volta a Roma, quando fui duramente criticada pelo Vaticano”, disse a artista.

Publicidade

“Cresci em uma família católica, e ser atacada pela Igreja foi um choque: com meu trabalho, eu estava apenas tentando fazer o bem, mas eles se esquivaram. Eu soube imediatamente que o problema era com eles, não comigo. Eles não tinham entendido que minhas canções uniam as pessoas, que lhes davam a liberdade de se expressar. Eu estava apenas aplicando os ensinamentos de Jesus. Meus detratores eram hipócritas”, avaliou.

+ Acessadas da Semana