Conecte-se conosco

Mais Conteúdo

Evangélica, Joana Prado diz que se arrependeu de posar nua: “Só Deus sabe o que sofri”

Joana Prado, de 45 anos, por muito tempo era conhecida como a Feiticeira, sucesso no final dos anos 1990

Publicado

em

Joana Prado hoje é empresária e esposa do ex-lutador Vitor Belfort - Foto: Reprodução

Joana Prado, de 45 anos, por muito tempo foi conhecida como “A Feiticeira”, sucesso no final dos anos 1990. Em entrevista recente, falou do arrependimento em ter posado nua na “Playboy” quando estava no auge da fama naquela época.

Depois de 20 anos, Joana Prado, que hoje é empresária e esposa do ex-lutador Vitor Belfort, ambos evangélicos, em uma live no Instagram de Karina Bacchi falou da fé e da transformação na sua vida após se tornar cristã e ir morar nos Estados Unidos com o marido.

Perguntada sobre seu trabalho na extinta Playboy, Joana revelou que se arrependeu.: “Claro que eu me arrependi. Por que, para mim, [a palavra] arrependimento, no hebraico, é mudança de direção, então, eu tenho que mudar minha direção. No grego, é mudança de pensamento, eu tenho que mudar meu pensamento. Eu me arrependi, sim, o que significa que eu não quero mais fazer aquilo o que eu fazia antes”, afirmou ela.

“Houve um arrependimento, mas eu também entendo que para eu chegar onde eu cheguei, eu tive que viver a minha história de Feiticeira, faz parte da minha história. Eu tive que passar por aquilo para eu ter o entendimento e daí eu ter o arrependimento. Me arrependi da minha época da Feiticeira porque o arrependimento significa mudança de atitude e de pensamento, para daí ter o entendimento que é fazer e seguir tudo o que Jesus nos ensinou”, acrescentou a empresária.

Mãe de três filhos, Joana disse que mesmo sendo considerada símbolo sexual na época, ela sempre buscou se preservar.

“Eu falo com um carinho da Feiticeira, porque só Deus sabe o tanto que eu sofri, mas também o tanto que eu me diverti, cresci, amadureci e aprendi com a época da Feiticeira. Eu, mesmo tento feito ‘Playboy’, mesmo tendo sido um símbolo sexual, nunca, literalmente, vendi meu corpo. Se eu fiquei com três caras do meio artístico, foi muito. Um deles foi o Vitor. Sempre me preservei muito”, disse ela.

Ela deixou claro que não tem problema em relembrar a época de Feiticeira, mas que vive um outro momento em sua vida e, por isso, gostaria que as pessoas tivessem curiosidade também pela atual fase.

“Tenho três filhos maravilhosos, um marido abençoado, tenho Jesus no meu coração, que é o mestre da minha vida, e que tudo que eu faço é baseado nos princípios bíblicos. Não sou perfeita e estou longe de ser. Erro todos os dias, peço perdão a Deus todos os dias, mas sigo o caminho de Cristo”, finaliza.

  • RECEBA NOTÍCIAS DO PORTAL DO TRONO DIRETAMENTE DO WHATSAPP!













+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página