Conecte-se conosco

Política

Governo Lula nomeará pastor Paulo Marcelo para abrir diálogo com as igrejas

Publicado

em

Governo Lula nomeará pastor no Palácio do Planalto para abrir diálogo com igrejas - Foto: Divulgação

O presidente Lula (PT) negocia com o pastor Paulo Marcelo Schallenberger, ligado à Igreja Assembleia de Deus, a nomeação em um cargo na estrutura do Palácio do Planalto com a atribuição de abrir diálogo com igrejas. Ele buscará pontes com denominações evangélicas de pequeno e médio porte.

Segundo o pastor, aconteceu uma reunião na noite desta quinta-feira (05/01), entre ele e o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Márcio Macêdo.

Em nota após a reunião, confirmada pelo pastor ao jornal O Globo, o ministério disse que não houve “convite” na audiência desta quinta, mas registrou que Macêdo tratou do “trabalho desenvolvido pelo pastor junto aos evangélicos” na agenda em questão.

O pastor Paulo Marcelo Schallenberger (à esquerda) e o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Márcio Macêdo, em reunião em Brasília Reprodução

A função buscada por Paulo Marcelo deve ficar vinculada ao segundo escalão da Secretaria-Geral da Presidência, localizada no 4º andar do Palácio do Planalto.

O pastor se aproximou de Lula e de lideranças no PT no fim de 2021, e sugeriu a abertura de um canal de relacionamento do novo governo voltado especialmente para denominações evangélicas de médio e pequeno porte.

Publicidade

Após a reunião com Macêdo, Paulo Marcelo afirmou que ouviu da equipe de Lula que sua nomeação deve ocorrer no fim de janeiro, após a resolução de questões burocráticas na estrutura da Secretaria-Geral.

Segundo O Globo, Paulo já vem cumprindo agendas em Brasília como interlocutor do novo governo entre os evangélicos.

Na manhã desta quinta, ele atendeu a um convite para uma reunião na Embaixada de Israel na capital federal. O país, que abriga marcos bíblicos como Jerusalém e o Rio Jordão, tem papel relevante para o segmento evangélico.

Publicidade

+ Acessadas da Semana