Conecte-se conosco

Mais Conteúdo

Incêndio em SP atingiu 1ª Igreja Ortodoxa do Brasil: “Só sobrou o altar”

O templo centenário foi um dos imóveis atingidos por um incêndio que atingiu prédios comerciais na região da Rua 25 de Março, em São Paulo, na noite deste domingo (10/07)

Publicado

em

Comércio e igreja localizados na região da 25 de março - Foto: Reprodução

O incêndio que atingiu prédios comerciais na região da Rua 25 de Março, em São Paulo, na noite deste domingo (10/07), ainda está sendo controlado pelos bombeiros. Um dos prédios atingidos foi a 1ª igreja ortodoxa do Brasil.

A Igreja Ortodoxa Antioquina da Anunciação à Nossa Senhora está entre os imóveis atingidos pelo incêndio. O templo religioso é tombado na esfera municipal desde 2007, junto a outras edificações do chamado “Centro Velho”, e é um marco da imigração sírio-libanesa no País.

Um dos padres da igreja disse que do incêndio “Só sobrou o altar”. Segundo o pároco Paisios Dias, 80% da estrutura do templo foi destruída pelas chamas. “A igreja está totalmente danificada. Ela foi totalmente queimada. Perda quase total. O teto desabou e o forro caiu com o fogo. Conseguimos salvar e retirar alguns ícones religiosos, mas além do valor material, o que se perde é o valor histórico”, disse.

Fachada de igreja atingida por incêndio na região da 25 de março — Foto: Divulgação/Arquidiocese de São Paulo

“Ela é a primeira igreja ortodoxa do Brasil”, disse Paisios ao g1. “80% dela ficou destruída. Sobrou o altar. A pia batismal foi destruída por uma parede que caiu sobre ela e destruiu os bancos também”.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o incêndio está em fase de rescaldo. De acordo com o capitão André Elias, porta-voz da corporação, o depósito e o mezanino da igreja foram bastante destruídos. O templo religioso fica na Rua Cavalheiro Basílio Jafet, 115, com missas semanais nas manhãs de quarta-feira.

Um outro padre disse à reportagem que ainda não é possível mensurar o total do prejuízo que tiveram por causa do incêndio, mas adiantaram que as roupas litúrgicas usadas nas celebrações religiosas foram consumidas pelas chamas.

Representantes da igreja Ortodoxa Antioquina tiveram autorização dos bombeiros para entrarem na paróquia e resgatarem alguns objetos. São quadros de pintores estrangeiros. Outras obras, ainda não identificadas, não puderam ser salvas.

De acordo com Edilon Pinheiro, sacristão da Catedral Metropolitana da Arquidiocese que cuida das igrejas ortodoxas em São Paulo, não havia ninguém dentro da igreja quando o fogo atingiu a quadra onde também foram danificados mais quatro imóveis.

O fogo começou por volta de 21h deste domingo, na Rua Barão de Duprat, número 95. Dois bombeiros ficaram feridos, com queimaduras de segundo grau, e foram levados para um hospital da região.

Itens que foram retirados da igreja após incêndio na região da 25 de março — Foto: Divulgação/Igreja Ortodoxa Antioquina

+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página