Conecte-se conosco

Mais Conteúdo

Jovem Pan é condenada a indenizar Apóstolo Valdemiro por ‘Feijão Milagroso’

Publicado

em

A rádio Jovem Pan foi condenada pela Justiça paulista a indenizar o apóstolo Valdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, em R$ 20 mil, após comentários feitos durante o programa Morning Show em fevereiro deste ano. A informação é de Rogério Gentile, colunista do UOL.

De acordo com o processo movido por Valdemiro, os comentaristas disseminaram fake news, prejudicando sua imagem com acusações infundadas.

Durante o programa, o jornalista Felipe Campos afirmou: “Ele está sempre envolvido nesses escândalos, né? Essa é a grande verdade”. A convidada Eliane Bast completou, mencionando a venda de “feijão milagroso” em meio à pandemia: “Isso aí é abusar muito da inocência das pessoas, do comércio da fé”.

O religioso, por sua vez, negou veementemente as acusações, declarando à Justiça que nunca vendeu feijão como cura para a Covid-19, destacando que não foi indiciado ou denunciado sobre os fatos citados pelos comentaristas.

Na defesa apresentada à Justiça, a Jovem Pan argumentou que os comentaristas exerceram o direito de crítica, ressaltando que Valdemiro é um “grande ministro religioso”. A emissora alegou não ter controle sobre as opiniões de seus jornalistas e que as declarações foram feitas durante uma transmissão ao vivo.

A sentença determinou o pagamento de R$ 20 mil, acrescidos de juros e correção monetária. A Jovem Pan ainda pode recorrer da decisão. O Grupo Jovem Pan de Comunicação afirmou que “as opiniões dos comentaristas não refletem necessariamente a posição da empresa”, como destacado em comunicado exibido ao final de seus programas.

🔔 SIGA O PORTAL DO TRONO NO WHATSAPP. CLIQUE AQUI PARA RECEBER NOTÍCIAS DIRETO NO SEU CELULAR!

+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página