Conecte-se conosco

Polêmicas

Léia Miranda faz graves acusações contra a diretoria da Igreja Deus é Amor

Publicado

em

Cantora Gospel e Pastora Léia Miranda denuncia Diretoria da Igreja Deus é Amor em live - Foto: Reprodução/Redes Sociais

A cantora gospel e pastora Léia Miranda, da Igreja Deus é Amor, surpreendeu o público em uma live, expondo denúncias graves contra a diretoria da instituição. A filha do fundador, David Martins de Miranda, acusou a diretoria de reter fundos destinados à Associação Reviver Help, um ministério que visa levar água ao sertão. Em um relato emocional, Léia revelou o desentendimento ocorrido desde setembro de 2022, quando uma denúncia sua gerou tensões com a diretoria.

“Algo bastante perturbador aconteceu com a diretoria da Igreja Deus é Amor em relação à Associação Reviver Help. Eles queriam que eu renunciasse à Vice-presidência, pressionando-me por mais de seis meses. Eu me recusei porque foi Deus que me colocou aqui, não o homem”, afirmou Léia na live.

A pastora destacou que sua atuação na Associação Reviver Help não era apenas um passatempo, mas um compromisso sério com ações humanitárias no sertão. Ela resistiu à pressão da diretoria em março de 2023, recusando-se a assinar uma carta de renúncia e declarando sua intenção de continuar as atividades no sertão.

No entanto, a reação da diretoria foi intensa. Alegando retaliação, Léia revelou que a diretoria parou de repassar os valores das ofertas arrecadadas nos cultos para a Associação Reviver Help. Além disso, ela alertou para a criação de uma nova associação com o mesmo nome, acrescentando “Deus é Amor”, o que pode confundir os fiéis.

“A diretoria está usando de engano. Abriram uma outra associação com o mesmo nome, agora incluindo ‘Deus é Amor’. Estão divulgando uma nova conta bancária para arrecadar fundos, uma ação perturbadora”, disse Léia.

“É uma visão de engano, de usurpação, de falsidade ideológica. Não é uma visão externa para o amparo, a quem realmente precisa, de fato, precisa. Porque se fosse assim, eles continuariam repassando metade do valor das ofertas arrecadadas aos cultos em prol da Fundação”, disse ela.

A pastora pediu aos fiéis discernimento na escolha de onde direcionar suas contribuições, enfatizando a Associação Reviver Help original, fundada em 2017, como a entidade legítima. A situação levanta questionamentos sobre a transparência e a ética da diretoria da Deus é Amor. A reportagem entrou em contato com a Igreja Deus é Amor e aguarda retorno. Assista:

🔔 SIGA-NOS NO WHATSAPP. CLIQUE AQUI PARA RECEBER NOTÍCIAS DIRETO NO SEU CELULAR!

+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página