Conecte-se conosco

Mundo Cristão

Líderes evangélicos repudiam atos de vandalismo em Brasília; veja repercussão

Publicado

em

Por volta das 15h deste domingo (8.jan.2023), manifestantes invadiram o Congresso Nacional - Foto: Reprodução/Twitter

A invasão dos prédios dos Três Poderes, em Brasília, por manifestantes contrários à eleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi repudiada por líderes evangélicos.

Veja a seguir a repercussão de pastores e cantores gospel:

ISAIAS SAAD: “Tivemos na história da Igreja 10 perseguições romanas. Nenhuma respondemos com violência ou na espada. Cristão não apoia violência! Por favor, não use a Bíblia e nem o nome de Deus se você quiser quebrar coisas e bater nas pessoas. Seja responsável, use o seu nome e responda pelos seus atos!”.

MARCO FELICIANO: A revolta popular que é quando um grupo de pessoas se organizam para protestar, é legítima. Os ânimos acirrados levaram as depredações que não são legítimas. Por causa delas, os manifestantes serão chamados de baderneiros e criminosos. O que vem a seguir será uma repressão sem limites”.

SÓSTENES CAVALCANTE: Quem sempre faz manifestações com ‘quebra quebra’ foi a esquerda! A imprensa não chamava essas manifestações esquerdistas de atos antidemocráticos. Reitero que sou contra a depredação de patrimônio público e privado, entretanto, não posso aceitar os dois pesos e duas medidas”.

ANA NÓBREGA: Mesmo estando fora do Brasil, desfrutando minhas férias, meu coração aperta com a situação em que nossa nação se encontra. Nosso povo está dividido! Continua polarizado. Metade da população inconformada! Só Deus para nos restaurar! Deus sara esta nação!”.

Publicidade

DAVI LAGO: Depois das cenas deletérias em Brasília, é necessário reafirmar o óbvio: não se resolvem desafios sociais complexos com vandalismo e destruição de prédios públicos. É só lembrar a história recente: do culto ao ‘terror virtuoso’ de Robespierre aos delírios destrutivos nazistas, fascistas e stalinistas, a instrumentalização da violência só trouxe mais dor, ressentimento e sofrimento à humanidade.”.

TEOFILO HAYASHI: Liberdade de expressão e protesto pacífico é legítimo e parte da democracia. Já a baderna e violência ocorrida hoje em Brasília é vergonhosa. Esse vandalismo era tudo que a esquerda sempre quis para reforçar a narrativa e a pressão que virá. A violência e vandalismo que vimos é inaceitável tanto hoje em Brasília como também em 2014 quando a esquerda invadiu o STF. Manifestações pacíficas e diálogos devem sempre ser o caminho numa democracia. A lei deve valer a todos. Os extremistas violentos devem ser punidos até para não os confundirem com o restante da maioria conservadora cristã que não é violenta. Esse não é o caminho de Cristo. Oremos pela paz do Brasil e para que a verdade prevaleça”.

ELIZEU RODRIGUES: Estão dizendo que como Josué invadiu Jericó, devemos invadir prédios públicos. Nosso capitão não é Josué, é Jesus! Ele é tipo de cristo apenas sendo aquele que conduziu o povo ao descanso. A igreja foi enviada a pregar, não a matar ou destruir. Josué matava e destruía, Jesus deu a vida e construiu um povo construtor e não destruidor! Jesus não disse ‘aprendei com Josué, mas aprendei de mim que sou manso e humilde’. Paulo disse que poderia ser imitado apenas porque era imitador de cristo! Entendo a fúria da sociedade, mas não concordo com crentes incentivando a depredação e ainda usando textos de Davi, Josué e Jesus usando chicote no templo.”.

Publicidade

SILAS CÂMARA: Lamento os atos ocorridos no dia de hoje em Brasília. Nós, da Bancada Republicana, não compactuamos e repudiamos qualquer manifestação que ultrapasse os limites democráticos e faça uso de violência, seja ela da direita ou da esquerda. Devemos usar a nossa liberdade de expressão com ordem e decência sempre.”.

DAMARES ALVES: A liberdade de manifestação é um dos pilares da democracia, mas invadir e depredar patrimônio públicos/privados jamais será a solução. Nossa discordância com a esquerda é no campo das ideias. Nossa oposição deve ser feita de forma pacífica e por meio de instrumentos previstos na CF. Nossa oposição deve ser feita de forma pacífica e por meio de instrumentos previstos em nossa Constituição Federal. Queremos paz em nossa Pátria. Que Deus abençoe o povo brasileiro.”.

LUCAS GONZALEZ: Manifestações só são legítimas desprovidas de violência e sem prejudicar liberdade de terceiros. Acredito sim que devemos nos manifestar em oposição ao PT, em oposição aos abusos do STF, nos manifestar por mais transparência nos processos eleitorais. Mas sempre devemos nos manifestar de forma lúcida, ética, respeitosa e democrática. Atos de violência/depredação como os de hoje em BSB são inaceitáveis e prejudicam a construção do BRASIL que queremos.
Deixando a violência e depredação de lado é bom ver o brasileiro engajado, atento ao mundo político, as votações, as novas leis. Etc. Tal participação popular fortalece a democracia e inibe atos autoritários dos governantes. Este deve ser o caminho para a construção do nosso futuro.

Publicidade

VEJA ABAIXO OUTRAS MANIFESTAÇÕES:

Publicidade

+ Acessadas da Semana