Conecte-se conosco

Mundo Cristão

Lucinho Barreto revela o que fará caso Lula ganhe a eleição

Publicado

em

Pastor Lucinho Barreto e Lula - Foto: Reprodução/Redes Sociais

O pastor Lucinho Barreto, de 50 anos, líder da juventude da Igreja Batista da Lagoinha, publicou um vídeo nesta quarta-feira (21/09), no seu canal do YouTube para revelar aos seus seguidores e admiradores o que fará caso Luiz Inácio Lula da Silva for eleito presidente do Brasil.

Lucinho disse que orou por Lula quando o petista foi presidente do Brasil, entre 2002 a 2010, inclusive, com jejum. Além disso, disse que quando o ex-presidente teve câncer na laringe, também orou por ele na época.

Apesar disso, lembra que foi frontalmente contrário a tudo que o ex-Chefe do Executivo fazia e falava. Conta também que sempre busca votar em candidatos que se aproximam dos princípios que ele crê.

“Como Jesus Cristo nunca sai candidato à Presidência da República, eu fico esperando Ele sair candidato. Como Ele não sai, nem Pedro, nem Paulo, então, eu fico pegando quem mais se aproxima dos princípios da Bíblia, e eu voto nesta pessoa”, disse o Pr. Lucinho.

Segundo o pastor de jovens, Lula representa o “oposto exato”. Isso porque, o candidato do PT (Partido dos Trabalhadores) apoia pautas polêmicas, principalmente os que são contrários aos princípios cristãos.

Ele citou alguns deles, como a legalização das drogas, ideologia de gênero, invasão de terras pelo MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra), perseguição religiosa, regulamentação da mídia e aborto.

Mas, caso Lula ganhe a eleição, Lucinho diz que não vai fazer uma revolução popular, no entanto, irá sempre comentar e criticar seus erros. Além disso, falou que irá orar por ele e seu governo. “Nós temos que abençoá-las [as autoridades], mas calado nós não iremos ficar”, disse.

Lucinho Barreto finaliza dizendo que já aguentou 15 anos do PT (Governos Lula e Dilma Rousseff), e que os dois representam tudo aquilo que ele detesta na política. No entanto, em caso de vitória de mais um candidato petista, vai continuar no Brasil, orando pela Nação que ele diz tanto amar. Assista:







+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página