Conecte-se conosco

Mundo Cristão

“Masculinização da Igreja foi grande pecado”, diz papa Francisco

Publicado

em

Papa Francisco - Foto: REUTERS/Remo Casilli

No decorrer de um encontro com teólogos no Vaticano, o Papa Francisco fez declarações enfatizando a importância de incorporar a perspectiva feminina na Igreja. Durante suas falas, o pontífice expressou suas preocupações e destacou a necessidade de dar mais espaço às teólogas.

“Há algo que não me agrada em vocês, desculpem-me pela sinceridade. Uma, duas, três, quatro mulheres: coitadas! Estão sozinhas! Ah, desculpem, cinco. Nisso devemos avançar!”, começou o pontífice.

“A mulher tem uma capacidade de reflexão teológica diferente da nossa, dos homens. Na próxima reunião dos nove Cardeais, teremos uma reflexão sobre a dimensão feminina da Igreja. Se não soubermos entender o que é uma mulher, o que é a teologia de uma mulher, nunca entenderemos o que é a Igreja”, refletiu Francisco.

“Um dos grandes pecados que tivemos foi ‘masculinizar’ a Igreja. E isso não se resolve pelo caminho ministerial, isso é outra coisa. Resolve-se pelo caminho místico, pelo caminho real”, disse ainda o Papa. (ANSA).

Papa Francisco diz que está com bronquite aguda infecciosa e pede orações

O Papa Francisco anunciou nesta quinta-feira (30/11), que está enfrentando um quadro de bronquite infecciosa aguda, o que o levou a adiar sua participação na Conferência do Clima COP28 em Dubai. O líder religioso, que completará 87 anos em dezembro, pediu orações e expressou sua preocupação com o bem comum durante esse período delicado de saúde.

“Como vocês podem ver, ainda estou vivo”, afirmou Francisco durante uma audiência com pessoas participando de um seminário sobre saúde e ética. Ele explicou que seu médico aconselhou contra a viagem para Dubai devido às condições climáticas e ao risco para sua saúde, dada a bronquite aguda e infecciosa.

Apesar dos desafios de saúde, o papa continua comprometido com suas responsabilidades, pedindo aos delegados da COP28 que priorizem o bem comum em suas deliberações. Ele reforçou a necessidade de focar no futuro das gerações futuras, apesar dos interesses particulares de certos países ou empresas.

“Rezem por mim. Rezem por mim, não contra, porque esse trabalho não é fácil. Obrigado”, solicitou o Papa durante outra audiência com teólogos. Suas palavras refletem a determinação contínua em desempenhar suas funções, mesmo em meio aos desafios de saúde.

🔔 SIGA O PORTAL DO TRONO NO WHATSAPP. CLIQUE AQUI PARA RECEBER NOTÍCIAS DIRETO NO SEU CELULAR!

+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página