Conecte-se conosco

Mundo Cristão

Pastor Paulo Junior adverte fiéis a não assistirem ‘The Chosen’

Publicado

em

Pastor Paulo Júnior Desmistifica 'The Chosen' - Foto: Reprodução

A série “The Chosen – Os Escolhidos” tem continuado a atrair multidões nos cinemas brasileiros, experimentando um aumento de 378% em relação à temporada anterior. Além de sua distribuição global, a série conquistou destaque nas plataformas de streaming, como Amazon Prime, Peacock e Netflix.

Centenas de igrejas têm mobilizado grupos para assistir à série nos cinemas, aproveitando descontos promocionais. O elenco excepcional, liderado por Jonathan Roumie como Jesus Cristo, tem recebido elogios, assim como o papel do produtor executivo Derral Eves. A quarta temporada promete emocionar os espectadores enquanto expande sua estreia nos cinemas para vários países.

Desde seu início como projeto financiado por multidões, “The Chosen” inspira e emociona, conectando os espectadores a uma mensagem de esperança e redenção. Três temporadas estão disponíveis gratuitamente em diversas plataformas de streaming. Vale lembrar que os cinemas em todo o Brasil estão exibindo os primeiros episódios da quarta temporada do The Chosen.

Apesar do sucesso, um dos mais conhecidos e respeitados pastores do Brasil, Paulo Junior, expressou suas preocupações em relação à série em um vídeo recente. Paulo Junior observou que a série tem se tornado popular principalmente por apresentar um Jesus mais amistoso e humanizado do que a Bíblia descreve. Ele destacou a importância de examinar cuidadosamente tudo o que é apresentado como doutrina ou ensino, conforme instruído na Bíblia.

O pastor levantou questões sobre o pano de fundo da série, observando suas conexões com a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, mais conhecida como a Igreja Mórmon. Ele expressou preocupação com a influência de doutrinas não ortodoxas na produção da série, destacando que algumas falas dos personagens de Jesus são tiradas do Livro de Mórmon, em vez da Bíblia.

Além disso, o Pastor Paulo Junior expressou preocupação com a representação de Jesus na série, argumentando que ela tende a enfatizar excessivamente a humanidade de Jesus em detrimento de sua divindade. Ele destacou cenas específicas que, em sua opinião, diminuem a autoridade e a santidade de Jesus, além de retratá-lo de maneira inadequada.

Outra crítica feita pelo pastor foi a violação da suficiência das Escrituras pela série, sugerindo que as inserções e acréscimos à narrativa bíblica presentes em “The Chosen” contradizem a crença de que a Bíblia é a única fonte autoritativa de revelação divina. Ele argumentou que a série adiciona elementos não encontrados nas Escrituras, comprometendo assim a integridade e a autoridade das mesmas.

Por fim, o Pastor Paulo Junior enfatizou a importância de se apegar à Bíblia e ao Jesus revelado nela, em vez de se deixar influenciar por representações questionáveis apresentadas em mídias como “The Chosen”. Assista:

🔔 SIGA O PORTAL DO TRONO NO WHATSAPP. CLIQUE AQUI PARA RECEBER NOTÍCIAS DIRETO NO SEU CELULAR.

+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página