Conecte-se conosco

Gospel

Pastor Silas Malafaia convoca igreja para orar e jejuar contra nomeação de Flávio Dino ao STF

Publicado

em

Na sede da Igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC), o pastor Silas Malafaia convocou os membros da igreja a se unirem em oração e jejum durante a semana.

O líder religioso expressou sua preocupação em relação à possível nomeação de Flávio Dino como Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). Malafaia fez um alerta, comparando Dino a Alexandre de Moraes e destacando sua visão de que Dino seria “10 vezes pior” que o atual ministro.

“Eu queria desafiar que a Igreja para essa semana. De segunda a sexta de meia-noite ao meio-dia, fazer um jejum para a atenção que eu vou dizer. Irmãos, nós estamos vivendo um momento perigoso em nossa nação. Você acha que Alexandre Moraes? É ruim. Você quer mandar para lá? Hum. Comunista, marxista. Vai ver o que ele defende que já tem vídeos aí que todo mundo sabe já se disse há muito tempo. Mas, senhor Flávio Dino, ele é pior, eu disse 3 para quebrar o galho, ele é pior 10 vezes. Do que Alexandre Moraes todo comunista ele é comunista raiz.”

Malafaia ressaltou a importância da oração da igreja e afirmou que o momento exige vigilância espiritual. Ele enfatizou a necessidade de orar pela nação diante do que considera um período perigoso. O pastor também mencionou a influência política, apontando para a suposta manipulação de votos por parte de alguns políticos.

“Está tudo programado, está tudo acertado. De 16, dúzia de bandidos da direita que vendem o povo por cargas no governo para votar nele estão todos a cercadinho. Eu sei tudo, eu, eu, eu monitoro presta atenção, tá tudo combinado.”

Malafaia fez críticas específicas a Flávio Dino, acusando-o de traição aos valores cristãos e de alianças controversas. Ele também mencionou a postura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, declarando-o como um traidor do povo cristão.

“Luiz Inácio Lula da Silva é um traidor do povo cristão. Vou repetir o Presidente da República do Brasil é um traidor do povo cristão. É porque o senhor está falando isso, pastor? Porque a 20 e poucos 100 dos evangélicos votaram nele para Presidente.”

Malafaia aproveitou a oportunidade para alertar sobre a censura à imprensa e a possibilidade de sua extensão para as redes sociais. Ele destacou a importância da igreja como “último reduto de resistência” e conclamou os fiéis a orarem pela nação.

O pastor encerrou seu discurso reforçando a gravidade da situação e declarando ser uma voz profética na nação, exortando os membros da igreja a permanecerem vigilantes e a orarem pelo país. Assista:

🔔 SIGA O PORTAL DO TRONO NO WHATSAPP. CLIQUE AQUI PARA RECEBER NOTÍCIAS DIRETO NO SEU CELULAR!

+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página