Conecte-se conosco

Mais Conteúdo

Polícia tranca homem em “câmara de gás” dentro de viatura e vítima morre

A vítima foi abordado pela PRF enquanto pilotava uma motocicleta

Publicado

em

Imagens publicadas em redes sociais mostram policiais transformando carro em câmara de gás, onde homem foi morto - Foto: Reprodução

Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) fizeram uma “câmara de gás” em uma viatura e trancaram um homem de 38 anos que morreu depois que adentrou ao lugar. O caso aconteceu na BR-101, no município de Umbaúba, no Litoral de Sergipe, nesta quarta-feira (25/05).

A vítima, identificada como Genivaldo de Jesus Santos, teria esquizofrenia e tomava remédios controlados há cerca de 20 anos, segundo a família.

Imagens publicadas na internet mostram ​​Genivaldo sendo imobilizado por homens da PRF. Ele se contorceu, pedindo socorro e depois foi prensado no porta-malas da viatura. Ainda nas imagens, é possível ver que havia fumaça e spray de pimenta no momento do ocorrido.

Wallyson de Jesus, sobrinho da vítima, contou que informou aos policiais sobre o transtorno mental do tio. “Eles pediram para que ele levantasse as mãos e encontraram no bolso dele cartelas de medicamentos. Meu tio ficou nervoso e perguntou o que tinha feito. Eu pedi que ele se acalmasse e que me ouvisse”, desabafou. Quando foi colocado na mala do carro, Genivaldo já estava desacordado.

Testemunhas contaram que o homem foi abordado enquanto pilotava uma motocicleta. Imagens de um vídeo gravado por uma pessoa que presenciou a cena mostram que a ação começa com três agentes que se lançam sobre o homem, na tentativa de o imobilizar ao encontrarem uma cartela de remédios com ele.

Os agentes jogaram uma bomba de gás de pimenta dentro do veículo no intuito de conter o homem, que estava em surto; assista o vídeo:

Pelas frestas da porta traseira, mantida semifechada, é possível ver fumaça escapando, enquanto se pode ver, na parte de baixo, as pernas do homem balançando em desespero, enquanto ele grita no interior da viatura da PRF.

Em alguns momentos, um dos policiais tenta segurar as pernas de Santos, enquanto o outro continua a bombear gás para dentro da viatura por uma das frestas.

Dezenas de populares assistiam a cena chocante. Assim que Genivaldo parou de se debater e gritar, os policiais fecharam a porta traseira da viatura, entraram no carro e deixaram o local.

LAUDO DA MORTE

O laudo do Instituto Médico Legal (IML) de Sergipe apontou que a causa da morte foi asfixia mecânica e insuficiência respiratória aguda. O resultado da análise foi confirmado pela Secretaria de Segurança Pública na manhã desta quinta-feira (26/05).

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) abriu um procedimento interdisciplinar. A Polícia Federal também irá averiguar as circunstâncias da morte de Genivaldo. A situação é acompanhada pela Ordem dos Advogados do Brasil em Sergipe, que disse em nota que “tem respeito pelas instituições, mas não compactua com qualquer tipo de violência ou de tortura”.

Segundo a PRF, a corporação empregou, sem especificar quais, “técnicas de imobilização e instrumentos de menor potencial ofensivo” para conter o homem. Segundo a nota da PRF, o homem passou mal durante o deslocamento e foi levado para o Hospital José Nailson Moura. A morte foi confirmada pelo hospital, horas depois.

  • RECEBA NOTÍCIAS DO PORTAL DO TRONO DIRETAMENTE DO WHATSAPP!













+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página