Conecte-se conosco

Gospel

Pr. Wagnão é intimado pela Polícia Federal e pede orações

Publicado

em

Pastor Wagnão - Imagem/Reprodução

O pastor evangélico Wagner Malagues, mais conhecido como Wagnão, recebeu uma intimação da Polícia Federal (PF) em sua casa. Wagnão, que usa o YouTube para pregar e alertar o povo cristão sobre vários assuntos, diz que o documento não indicou o motivo da intimação, no entanto, o convocou para prestar esclarecimentos na delegacia.

Segundo ele, o mandado de intimação pede para que compareça em uma data estipulada pela PF na Delegacia de Defesa Institucional em São Paulo. Mas, o documento não diz o motivo que o pastor está sendo intimado.

Embora Wagnão use as mídias sociais para trabalhar, publicando vídeo para seus seguidores e público em geral, não há em suas publicações mensagens que se enquadram como atos antidemocráticos, pelo contrário, o religioso emite alertas, opiniões e comentários acerca do meio cristão.

Diante disso, a intimação recebida em sua casa causou estranheza por parte do pastor e de seus seguidores, haja vista que Wagnão é um dos pastores mais influentes nas redes sociais e possui milhares de seguidores por suas postagens sobre o meio religioso.

Após receber o mandado, Wagner usou as redes sociais para informar o fato aos seus seguidores e pedir orações. Para ele, a ação tem relação com os últimos acontecimentos no Brasil em que pastores, influencers e políticos viraram alvos da Justiça Eleitoral por suas manifestações nas redes sociais.

Além disso, o pr. esclareceu que não é uma pessoa má, nunca foi em uma delegacia e jamais teve problema com a Justiça. Ele aproveitou para deixar uma mensagem de esperança para as pessoas:

Publicidade

“Que Deus dê força à igreja para enfrentar os tempos que estão por vir, porque os dias são maus. Não importa de qual área venha uma intimação, tenha bom ânimo, olhe para cima. O alvo é Cristo. E eu continuo crendo que tem um tempo abundante para essa nação”, afirmou. Assista:

Publicidade

+ Acessadas da Semana