Conecte-se conosco

Gospel

Silas Malafaia defende Bolsonaro na Paulista e diz não temer prisão; Leia o discurso na íntegra

Publicado

em

O pastor Silas Malafaia criticou o STF, o TSE e o ministro Alexandre de Moraes durante o ato de Bolsonaro na avenida Paulista - Foto: Divulgação

O pastor Silas Malafaia, da Igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo, fez críticas contundentes ao STF (Supremo Tribunal Federal), ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e ao ministro Alexandre de Moraes durante o ato convocado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) neste domingo (25/02), na avenida Paulista, em São Paulo.

Em seu discurso perante a multidão, Malafaia acusou o Judiciário de orquestrar uma “engenharia do mal” com o intuito de prender o ex-presidente. De acordo com suas palavras, o ex-mandatário será “exaltado” caso seja detido.

As críticas do pastor foram direcionadas especificamente às decisões recentes tomadas pelos tribunais superiores, que, segundo ele, têm como objetivo prejudicar Bolsonaro. Silas Malafaia enfatizou que não teme ser preso e destacou seu apoio irrestrito ao líder político. Confira abaixo o discurso na íntegra do pastor.

“Olá, povo abençoado do Brasil. Que alegria estar aqui. Eu queria que vocês aguçassem bem o ouvido, prestassem bastante atenção no que eu vou falar aqui. Em 1º lugar, eu quero deixar aqui o meu repúdio ao presidente Lula que fez o Brasil ser vergonha no mundo inteiro. A fala dele não representa o povo brasileiro. O único presidente de um país democrático que recebeu elogio de terroristas assassinos do Hamas. Que vergonha!

Agora, a partir de agora, por favor, sem nenhum… Por favor, eu vou pedir… Eu sei, o povo é animado. Eu peço para não haver repercussão de nenhuma palavra. É muito sério o que eu vou fazer aqui e vou falar. Por favor, por favor, por favor. Escute-me, por favor.

Eu não vim aqui atacar o Supremo Tribunal Federal, porque quando você ataca uma instituição você é contra a República e o Estado Democrático de Direito. Mas eu vim fazer aqui, eu vou mostrar para vocês a engenharia do mal para querer prender Jair Messias Bolsonaro. A engenharia do mal para tirar o Estado Democrático de Direito.

Eu vou mostrar fatos. Preste atenção, muita atenção. Em 7 de setembro de 2021 eu estava aqui com o presidente no trio elétrico, eu fui o penúltimo a falar e o presidente o último. Me lembro que o presidente no 7 de setembro de [20]21 botou pra quebrar em cima do ministro Alexandre de Moraes. Escute, escutem. Todo mundo em volta do presidente achava que a partir daquela fala dele, se Alexandre de Moraes tentasse interferir no Executivo, ele iria invocar o artigo 142 da Constituição. Estou falando de Constituição. Para não permitir intromissão no Executivo. ita sem autorização prévia são proibidas. Pasmem. O presidente que é chamado de truculento, o presidente que é chamado de um cara que não negocia nada, Michel Temer, patrono de Alexandre de Moraes, procurou o presidente, o presidente atendeu, falou pelo telefone com Alexandre de Moraes e o presidente cedeu e apaziguou. Todos nós ficamos admirados e eu disse para ele: ‘Caramba, nós não esperávamos isso’. O presidente na linguagem popular, fumou o ‘cachimbo da paz’.

Agora eu vou correr com a história. Em 2022, Alexandre de Moraes assume o Tribunal Superior Eleitoral. E, pasmem, uma resolução do TSE contra a lei eleitoral deu todo o poder ao ministro Alexandre de Moraes. Agora escutem, o procurador-geral da República, doutor [Augusto] Aras, entrou com uma petição no STF para derrubar essa resolução. O STF não aceitou.

Todo mundo sabe como é que foi a eleição. Podiam chamar Bolsonaro de genocida, mas não podiam dizer que Lula é ex-presidiário. A eleição acabou. Eu tenho que correr com a história. Eleição acabou. Bolsonaro perdeu. Escutem-me. Silêncio absoluto de Bolsonaro. Não atacou ninguém, não reclamou de ninguém, não atacou Alexandre de Moraes, não atacou Supremo Tribunal Federal. E aí o presidente do PL, Valdemar Costa Neto, entra com uma petição no Tribunal Superior Eleitoral questionando o resultado das urnas. O que acontece? Alexandre de Moraes dá uma multa de deboche: 22 milhões de reais, o número do PL.

Agora eu vou parar a história e nós vamos retroceder na história. Em 2014, Aécio Neves do PSDB de Alexandre de Moraes perdeu a eleição. Dia 30 de outubro de 2014, o PSDB de Alexandre de Moraes entrou com uma ação no TSE questionando o resultado das eleições e questionando as urnas eletrônicas. Sabe o que aconteceu? Nada. O PSDB de Alexandre de Moraes não foi multado. Era um direito constitucional questionar a eleição.

Eu vou correr com a história. Bolsonaro, calado, foi embora para a América sem atacar ninguém, sem falar mal de ninguém. Chegamos no dia 8 [de janeiro de 2023]. O fatídico dia 8. Baderneiros, que nós não concordamos, quebraram em Brasília. Começou então a narrativa de golpe. Eu tenho algumas perguntas para fazer a imprensa que está aqui e ao povo brasileiro. Eu quero perguntar 1º: por que Lula saiu as pressas de Brasília e foi para Araraquara? A enchente em Araraquara foi dia 28 de dezembro [de 2022], 10 dias antes. Ele foi avisado que ia ter baderna? Outra pergunta: cadê os vídeos gravados pelas câmeras do governo? Cadê eles? Cadê os vídeos que estão em posse de Alexandre de Moraes?

O povo tem que saber quem está por trás dessa safadeza e daquela baderna. E aí eu digo uma coisa para vocês: o ministro da Justiça Flávio Dino assistia da janela, não fez nada? O GSI e a Abin informaram a Lula. E outra, escutem, brasileiros: por que o chefe do GSI General Gonçalves, por que Alexandre de Moraes não mandou prender ele? Por que ele não foi indiciado? Porque, se foi golpe, ele foi a favor do golpe.

Isso é uma vergonha, gente. É uma narrativa vergonhosa. Escute, escute, por favor. Isso aqui é sério. Eu estou mostrando a história real. Golpe contra um mandatário tem arma, tem bomba, tem planejamento mal. Uma mulher com a Bíblia e o crucifixo, católica, que entrou no Senado e sentou na mesa o presidente do Senado. Golpista. 17 anos de cadeia. O Clezão, membro da minha igreja. Trabalhador. Foi ver a baderna, foi preso doente. O procurador pediu a liberação dele. Alexandre de Moraes não deu. Ele morreu. O sangue de Clézio está na mão de Alexandre de Moraes e ele vai dar conta a Deus.

Escutem, escutem. Eu volto a história e vocês vão ficar de boca aberta. Em 2014, o prédio da presidente do STF Carmén Lúcia foi pichado. O MST em uma rede social disse: ‘Fomos nós’. Não foram chamados de golpistas, não aconteceu nada. Outra: em 2014, o deputado Wadih Damous, do PT, disse: Tem que fechar o STF que eu não concordo’. Não aconteceu nada com ele. 2006, escutem: o MST invadiu o Congresso Nacional. 24 feridos, 1 em estado grave. Sabe do que eles foram chamados? Manifestantes. Em 2014, o MST tentou invadir o STF, e deixa eu dizer uma coisa: se não fosse a coragem e o sangue dos policiais da PM de Brasília, ia ter uma carnificina. 30 policiais feridos, 8 em estado grave. Ninguém chamou de golpe, nem de golpista. Manifestantes. Em 2017, o PT invadiu o Congresso Nacional. Quebra-quebra. Sabe por que eles invadiram? Para derrubar o presidente Temer. Não foram chamados de golpistas, mas de manifestantes. Em 2017, o PT invadiu o Congresso Nacional. Quebra-quebra. Sabe por que eles invadiram? Para derrubar o presidente Temer. Não foram chamados de golpistas, mas de manifestantes. Em 2017, tacaram fogo no Ministério da Agricultura, ninguém chamou de golpista.

Manifestantes, dona de casa, idosos, jovens que estavam em frente ao QG do Exército desde que Bolsonaro perdeu a eleição, sem fazer nada, viraram golpistas. Escute, escute para você ficar estarrecido. Em junho… Por favor, Corpo de Bombeiros, verifique algum problema ali. Ok, ok. Escute isso aqui. Dá repulsa. Junho de 2018. José Dirceu, que pegou 30 anos de cadeia por corrupção, a 2ª Turma do STF liberou. Agora pasmem. Prestem atenção. Em outubro de 2018, José Dirceu disse que tem que tirar o poder do STF. Olha o que ele fala. Olha o Poder Judiciário tem que acabar. Ninguém fez nada. Agora escute aqui, gente. Lula não foi julgado pelo STF porque ele não tinha foro. Ele perdeu na 1ª Instância. Ele perdeu na 2ª. Ele perdeu na 3ª. E pasmem. O Supremo Tribunal Federal não deu habeas corpus a ele. O Supremo Tribunal Federal concordou que ele era corrupto e ladrão.

Eu já estou encerrando. Bolsonaro não tem foro no Supremo Tribunal Federal. Ele tinha que ser julgado pelas instâncias, mas eu estou terminando a minha palavra e quero que vocês pensem, a imprensa pense. Deputados, senadores e governadores, pare para pensar. Um Estado democrático de direito como os Estados Unidos, Alemanha, França, Itália e vai por aí afora, ninguém tem medo de falar em manifestação. Ninguém tem medo de expor seus pensamentos nas redes sociais.

Olha o que está acontecendo no Brasil. Deputado com medo de falar, senador com medo de falar, brasileiros com medo de falar. Que democracia é essa que o povo tá com medo de falar? O Estado Democrático está em perigo. Agora, minha gente, escute isso aqui. O Corpo de Bombeiros atenda, obrigado. Atenda, obrigado. Eu estou encerrando porque eu vou fazer uma oração aqui. Escute o final da minha fala. Por favor, obrigado, já abriram um corredor. Escute.

Alexandre de Moraes disse que a extrema direita tem que ser combatida na América Latina. Como um ministro do STF tem lado? Ele não tem que combater nem a extrema direita nem a extrema esquerda. Ele é o guardião da Constituição. O presidente do STF, o ministro Barroso, disse: ‘Nós derrotamos o bolsonarismo’. Isso é uma vergonha, é uma afronta ao povo.

Eu quero dizer, sabe quem é o Supremo poder desta nação? O povo. Todos nós. Temos que nos submeter ao povo. Eu vou terminar a minha palavra e vou orar. E vou dizer uma coisa para vocês: toda essa engenharia do mal, toda essa maldade contra Bolsonaro. Covardes ao arrepio da lei e da Constituição. Ao presidente, você com Deus é maioria sempre. E eu vou dizer uma palavra que eu disse para você algumas vezes no telefone. Eu não desejo isso para você, mas vou te deixar aqui uma palavra. Se eles te prenderem, você vai sair de lá exaltado. Você vai sair de lá exaltado. Se eles te prenderem, não vai ser para a tua destruição, mas para a destruição deles. Você vai sair de lá exaltado.

Me perguntaram: ‘Pastor, o senhor não tem medo de ser preso?’. Quem está do lado da verdade, da justiça, defendendo a maior perseguição política da história do país. Messias, Jair Messias Bolsonaro. O maior perseguido político da nossa história. Ter medo de ser preso por defender a sua liberdade e a liberdade do povo brasileiro? É honra para mim. É honra para mim. Não tenho medo de ser preso. Vergonha é se calar, vergonha é se esconder, vergonha é fugir.

Eu termino para orar citando um texto da Bíblia que me move. Hebreus 13:6. Não temereis o que me possa fazer o homem. Deus abençoe você, Deus abençoe tua família, Deus abençoe a querida pátria brasileira, Deus não livre desses homens maus. Eu sou desafinado, mas eu vou terminar antes de orar cantando um pedacinho do Hino da Independência. Brava gente brasileira. Longe vá, temor servil. Ou ficar a pátria livre ou morrer pelo Brasil. Ou ficar a pátria livre ou morrer pelo Brasil. Mais uma vez. Brava gente brasileira, longe vá, temor servil.

Eu vou levantar uma oração e nós vamos ouvir o presidente Bolsonaro. Por favor, se você concordar com a minha oração, quando eu disser ‘amém’ dê um ‘amém’ retumbante. E ore. A maioria aqui são cristãos, respeitando as outras religiões e até quem não tem. Têm muitos evangélicos aqui. Então eu vou orar.

Nosso Deus e nosso pai, eu estou na tua presença. Em 1º lugar, quero pedir perdão pelos meus pecados, quero pedir perdão pelos pecados da tua igreja. Eu quero pedir perdão pelos pecados do povo brasileiro. Estende as tuas mãos sobre essa nação. Um povo pacífico, um povo alegre, um povo que acredita na família, um povo de ideais de liberdade. Deus, estende as tuas mãos sobre essa nação. Livra essa nação de homens maus, injustos, corruptos, perversos. Que venha um tempo de paz em cada cidade. De prosperidade, que venham tempos de bonança e de bênçãos. Deus, olha pro Brasil. O Brasil é do senhor, Jesus. Aqui tem um povo que te teme, mesmo com os nossos erros. Tu és o Deus da bondade e da misericórdia. Estende a tua mão sobre essa nação. Manifesta a tua justiça. Mostra que tu és Deus. Eu te peço, eu te agradeço. No nome de Jesus. Amém.”

🔔 SIGA O PORTAL DO TRONO NO WHATSAPP. CLIQUE AQUI PARA RECEBER NOTÍCIAS DIRETO NO SEU CELULAR

+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página