Conecte-se conosco

Polêmicas

Sindicato dos Artistas entra em ação contra atuação sem registro de cantoras gospel

Publicado

em

Bruna Karla e Marine Friesen integram o elenco de “Código do Armagedom” - Foto: Reprodução/Redes Sociais

Os evangélicos estão animados e ansiosos pela estreia do filme cristão “Código do Armagedom” que vai falar sobre o apocalipse, trazendo ainda, no elenco, duas cantoras gospel: Bruna Karla e Marine Friesen.

Mas, a participação das artistas evangélicas, que integram o cast da gravadora MK Music, traz consigo uma grande polêmica: ambas podem não ter registro profissional para atuar como atriz.

Diante disso, o Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Estado do Rio de Janeiro (SATEDRJ) está de olho na possibilidade das duas cantoras, bem como outros integrantes do longa, estarem atuando sem o devido registro.

O presidente da SATED, Hugo Gross, disse por meio das suas redes sociais que a instituição entrou em ação neste caso. Nos últimos dias, Gross afirmou que, durante a gestão dele no sindicato, haverá luta para que quem não tem registro, não possa trabalhar.

“Ninguém pode exercer a carreira de artista, de ator ou de atriz, sem o respectivo registro profissional. É muito simples: ou você faz faculdade, ou você junta a sua documentação, vem ao SATEDRJ, traga a sua documentação, e vai ser avaliado se você tem capacidade para isso ou não”, disse ele ao SBT.

A fala acima veio após a polêmica envolvendo o anúncio de que Jade Picon receberia um papel na da novela “Travessia”, de Glória Perez, na TV Globo. A influenciadora digital atuaria na trama mesmo sem ter o registro profissional para tal, o DRT.

“A gente tem que tratar a nossa carreira com seriedade. Nós temos vários artistas por aí lutando por um lugar ao sol. E é isso que nós temos que fazer: proteger”, acrescentou Hugo. “Se não tiver registro, não trabalha.”

“Não é porque ela é uma pessoa que está despontando na mídia, que tem milhares de seguidores, que ela tem o direito de chegar e simplesmente tomar um espaço de um ator, de um artista que vem trabalhando arduamente”, disse ele na semana passada.

Hugo Gross não se pronunciou sobre a atuação das cantoras gospel no filme, que tem previsão de estreia para o segundo semestre de 2022. No entanto, nesta quinta-feira (19/05), Gross fez um post nos stories do Instagram onde repostou uma matéria do site EM OFF sobre o caso.

Na ocasião, o portal de notícias publicou que o sindicato havia se manifestado contra a atuação das artistas gospel no filme cristão. Na legenda da imagem Hugo escreveu: “SATED em ação”, indicando que o profissional acionou o jurídico da instituição contra elas.

Além de Bruna Karla e Marine Friesen, o elenco conta com Sandro Alcântara, DJ Naudão, o ex-jogador tetracampeão Jorginho e os atores Felipe Folgosi, Antonio Birman, Arnobio Oliveira e Luiz Carlos Gonsalvez.

  • RECEBA NOTÍCIAS DO PORTAL DO TRONO DIRETAMENTE DO WHATSAPP!













+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página