Conecte-se conosco

Política

TRE cassa mandato do deputado evangélico Silas Câmara

Publicado

em

O deputado Silas Câmara (Republicanos-AM) durante sessão no plenário da Câmara - Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

O Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) cassou, por maioria de votos (quatro a favor e dois contra), o mandato do Deputado Federal Silas Câmara, filiado ao partido Republicanos. O julgamento ocorreu nesta quarta-feira (31/01) após pedido de vista do juiz Marcelo Vieira.

O político estava sendo julgado por gasto ilícito de recursos financeiros durante a campanha eleitoral de 2022, conforme representação do Ministério Público Eleitoral (MPE). Apesar da decisão, Silas Câmara afirmou que recorrerá ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O relator do caso, ao pedir a cassação, solicitou que os votos do deputado não fossem contabilizados para o quociente eleitoral. Com a cassação, o deputado Adail Filho, também do Republicanos, perde a vaga.

A Assessoria Jurídica da Câmara emitiu nota afirmando que o parlamentar recorrerá da decisão. “A decisão foi formada por pequena maioria de votos e contrariou a posição anterior do próprio TRE-AM, que aprovou as contas do Deputado. A confiança na reversão do julgamento é total e o Deputado continuará no exercício pleno de suas responsabilidades enquanto aguarda a apreciação do caso em definitivo pela Justiça Eleitoral”, diz a nota.

Com a cassação, as vagas podem ser ocupadas pelos políticos Alfredo Nascimento, do PL, e Pablo Oliva, do União Brasil.

🔔 SIGA O PORTAL DO TRONO NO WHATSAPP. CLIQUE AQUI PARA RECEBER NOTÍCIAS DIRETO NO SEU CELULAR!

+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página