Conecte-se conosco

Polêmicas

VÍDEO: Pastora de igreja inclusiva afirma que ser hétero não é normal

Lanna Holder usou da ironia para desabafar sobre declarações de pastores

Publicado

em

Lanna Holder, pastora da igreja Cidade Refúgio - Foto: Reprodução/Redes Sociais

Pastora da igreja Cidade Refúgio, igreja inclusiva de São Paulo, Lanna Holder tem viralizado nas redes sociais por uma fala polêmica feita por ela. Ela afirmou que ser hétero “não é normal”.

Lanna Holder preside a igreja ao lado da sua companheira, a também pastora Rosania Rocha. Ela publicou um vídeo em suas redes sociais ironizando que ser hétero “não é normal” e que Jesus também “ama os héteros”.

Internautas viram na publicação de Holder como uma forma de desabafar diante de declarações de alguns pastores e demais evangélicos que pregam contra a prática homossexual.

No vídeo, a pastora ainda ainda debocha dizendo que “ninguém pediu para nascer ser hétero”, e que a pessoa que tem essa orientação sexual não vai para o inferno por isso.

No final, Lanna Holder diz que é uma pastora gay de uma igreja tradicional que aceita héteros, e quer apresentar uma graça que inclui e que salva até os que não são gays como ela.

A repercussão foi imediata, dezenas de internautas criticaram a pastora, que mesmo tendo usado a ironia, foi bastante criticada por sua fala. “Ela é muito inteligente, malícia nas palavras, usando as mesmas armas que alguns despreparados pastores usaram com a tal ‘cura gay’, ela é mto inteligente… O fim está próximo”, comentou um internauta.

“Satanás deve olhar e pensar : Não estou entendendo mais nada!”, disse um outro usuário. “Um dia desses eu estava pesquisando sobre confusão mental… é sintoma de problema renal. Insuficiência renal crônica a pessoa fica assim… com essas características. Mas tem tratamento”, ironizou outra pessoa.

Mas houve quem parabenizou a religiosa pelas falas. Alguns internautas aplaudiram a declaração da pastora. “Te incomodou, né? É desse mesmo jeito que a comunidade LGBT se sente”, escreveu uma pessoa. “Gente, eu acho isso a coisa mais normal do mundo! Não é dessa forma que falam com os gays? Ela só está sendo debochada e fazendo provar do próprio sabor”, comentou um internauta.













+ Acessadas da Semana

Você não pode copiar o conteúdo desta página