in

Acusado de homofobia, Sikêra Jr. recebe apoio de Silas Malafaia e Marco Feliciano

Silas Malafaia, Sikêra Júnior e Marco Feliciano - Imagem: Montagem/Portal do Trono

Após viralizar na internet com seus vídeos com falas, que estão sendo consideradas homofóbicas, durante a sua apresentação do Alerta Nacional, na Rede TV!, Sikêra Jr., recebeu milhares de apoio nas redes sociais, entre eles os pastores Silas Malafaia e Marco Feliciano.

O apresentador criticou ao vivo a nova campanha do Burger King, em que quis mostrar, através do olhar das crianças, temas como amor e pluralidade para combater o preconceito dos adultos quanto à inclusão social daquela comunidade [Relembre aqui].

“A criançada está sendo usada. Um povo lacrador que não convence mais os adultos e agora vão usar as crianças. É uma lição de comunismo: vamos atacar a base, a base familiar, é isso que eles querem. Nós não vamos deixar. Vocês são nojentos. A gente está calado, engolindo essa raça desgraçada, mas vai chegar um momento em que vamos ter que fazer um barulho maior. Deixa a criança crescer, brincar, descobrir por ela mesma. O comercial é podre, nojento. Isso não é conversa para criança”, disparou o apresentador.

Logo após sua fala, diversos artistas, entidades e partidos políticos criticaram o apresentador e o acusaram de homofobia. Além disso, a emissora de Sikêra Jr. perdeu patrocínios, como a construtora MRV, a Tim e a HapVida.

No entanto, uma campanha foi feita nas redes sociais, principalmente o Twitter em favor do apresentador. Entre eles os pastores Silas Malafaia, da Igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC) e Marco Feliciano, deputado federal. Eles se limitaram a apoiar Sikêra postando a hashtag “EstamosComSikêra”. Veja abaixo:

Ministra Damares Alves namorou pastor casado, diz blogueiro

26 mil doses vencidas da AstraZeneca foram aplicadas; veja se você tomou